//A Casa da Teresinha
restaurante casa da teresinha

A Casa da Teresinha

Em Albergaria-a-Velha, este é um espaço recomendado para, uma e outra e outra vez… amesendar.

O leitor Firmino Ruas Mendes, com ‘andaças’ de sabores em confrarias gastronómicas e outros desafios do bem comer (e beber) decidiu, como bom gastrónomo, partilhar com os demais leitores(as) um destino onde vale a pena ir. Se está, ou vai para os lados de Albergaria-a-Velha, atente nas propostas deste restaurante e não perca os Albergarias e os Turcos. Não sabe o que é? Nós contamos.

“Há locais onde podemos aliar um encontro familiar, de amigos ou de negócios, com uma boa conversa e um excelente repasto.

A Casa da Teresinha, restaurante localizado num beco sem saída, onde vale a pena entrar e não apetece sair, em Albergaria-a-Velha, tem por cenário uma mastodôntica travessia aérea para peões, e apresenta-se como um espaço absolutamente recomendado para, uma e outra e outra vez… amesendar. Conhecido pelos belíssimos pratos confecionados com o gosto tradicional da cozinha portuguesa, ali encontramos peixe fresco vindo directamente da lota, carne de excelente qualidade e uma garrafeira onde a escolha é difícil.

As sugestões, apresentadas pela Chefe Teresinha são muitas e variadas e vão dos pratos cozinhados em forno de lenha, ou na panela sobre trempes, à broa caseira. Aqui ficam algumas sugestões:

Peixe do Mar; Polvo (de variadíssimas formas); Arroz de bacalhau; Vitela no forno; Naco (de Marinhoa) na pedra; Arroz de forno; Rojões com migas e arroz de miúdos; Arroz de míscaros com galo caseiro.

Nas sobremesas podemos saborear parte da doçaria conventual e ainda a local, nomeadamente os Albergarias, os Turcos e as Regueifas. E saiba que o repasto nunca termina sem uma conversa interessante com a D. Teresa, acompanhado de um dos seus licores caseiros.”

Firmino Ruas Mendes

(Escrito ao abrigo da anterior ortografia)

Os Albergarias

O Pastel d’Albergaria, criado a partir de um estudo desenvolvido em 2016 pela equipa criativa de pasteleiros da Confeitaria Framboesa é composto por um recheio de ovos, amêndoa, açúcar e chila. Tem uma textura macia e é envolvida numa massa tipo filó em formato de embrulho.

pastel de albergaria

Os Turcos

É um doce regional que, afirma-se, tem mais de 90 anos. Da receita, guardada a sete chaves, sabe-se apenas que leva ovos e manteiga.

Quanto ao nome, tudo indica que ‘ficou’ porque os antepassados dos criadores deste doce eram muito introvertidos e havia quem achasse que eram parecidos com os turcos. Foi assim que o nome acabou por ficar.

E agora, para o caso de aceitar a sugestão do nosso leitor, saiba mais aqui:

https://www.facebook.com/AcasadaTeresinha/photos/?ref=page_internal