//4 mil vinhos, 400 produtores e 50 atividades
Essência do Vinho Porto

4 mil vinhos, 400 produtores e 50 atividades

De volta ao Porto, de 31 de março a 3 de abril, a Essência do Vinho volta a reunir o mundo do vinho no Palácio da Bolsa.

O néctar de Baco volta a ser o grande protagonista, neste evento que colocará à prova mais de 4.000 vinhos representados por 400 produtores, nacionais e estrangeiros, a que se junta um programa paralelo de atividades.

Entre os destaques da programação, está a competição ‘TOP 10 Vinhos Portugueses’, que contará com a participação de um júri internacional. Uma pré-seleção do painel de provadores da Revista de Vinhos, baseada nos vinhos que obtiveram as mais elevadas pontuações no último ano, será sujeita à apreciação meticulosa de especialistas convidados (líderes de opinião, críticos, jornalistas e sommeliers).

Um acontecimento onde para além da prova aberta com produtores, os visitantes do Essência do Vinho – Porto poderão inscrever-se num conjunto de ações que incluem provas temáticas, conversas sobre vinho e harmonizações vinho/gastronomia.

“Essência do Vinho – Porto é um evento plural, que alia nomes icónicos e novos protagonistas. Nunca esquecemos os clássicos, mas também estamos atentos às novas tendências. Nesta edição, que assinala simbolicamente a maioridade, quisemos reforçar a diversidade do nosso país sem esquecer o resto do mundo, até porque a competitividade e a influência são globais”, explica Nuno Guedes Vaz Pires, diretor da Essência do Vinho.

evento essência do vinho

“Daí voltarmos a trazer ao Porto uma comitiva internacional de especialistas, de origens tão distintas quanto Brasil, Dinamarca, Espanha, EUA, Itália, Reino Unido ou Suíça. Neste regresso do evento, após a paragem forçada pela pandemia em 2021, foi particularmente desafiante preparar uma programação de alto nível, mas conseguimos fazê-lo. Acredito, por isso, que será uma grande edição”, acrescenta.

A comitiva convidada de especialistas participará na prova ‘Fortificados de Sonho’, que reunirá edições raras e de colecionador de vinhos muito velhos do Porto, Madeira, Carcavelos e Moscatéis de Setúbal. Disponível para inscrições dos visitantes, nesta prova a Dalva apresentará Vinhos do Porto Brancos envelhecidos, enquanto que a Kopke, líder na produção de vinhos do Porto Tawny Colheita, incluindo brancos, desafia a uma viagem por Portos com Indicação de Idade 20, 30, 40 e o novo 50 Anos.

Essência do vinho Porto

No capítulo internacional, um dos destaques será a prova ‘La Bella Itália’, que reunirá alguns dos mais sonantes nomes da Toscana, popularmente reconhecidos por ‘Super Tuscans”. A programação  promete igualmente surpresas na gastronomia, com o chefe Arnaldo Azevedo, do Vila Foz, o ‘Restaurante do Ano 2021’ pela Revista de Vinhos, a criar pratos para harmonização com os champanhes Philipponnat, maison de largo historial, que remontam já ao séc. XVI e Diogo Rocha, do Mesa de Lemos, em Silgueiros, Viseu, mostrará combinações com os vinhos da Quinta de Lemos. Por sua vez o chefe Vitor Matos criará gastronomia a pensar na combinação com os vinhos da Azores Wine Company.

 

 

 

 

Imagem do Evento: revistadevinhos.pt