Vivino recomenda o Alentejo e o Douro

O site Vivino, que é tido como aquele que em todo o mundo reúne a maior comunidade de apreciadores de vinho, destacou o Alentejo e o Douro entre os oito destinos de vinho para este Verão.

As duas regiões portuguesas são acompanhadas por outras tão ilustres como Alsácia e Champagne, na França; Naoussa, na Grécia; Trentino-Alto Ádige, na Itália; Martinborough, na Nova Zelândia e Finger Lakes, nos Estados Unidos.

Alentejo

Para além do vinho recomenda-se também uma visita a Évora pelas suas maravilhas históricas, destacando igualmente Monsaraz que, segundo o site, “é obrigatória numa visita ao Alentejo”, entre outras razões, “pela sua vista espetacular”.

No Alentejo são destacadas

A Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, referida como uma das maiores adegas da região e pioneira no fazer de vinho do “novo” Alentejo.

Outra adega em destaque é a de Cortes de Cima, na Vidigueira (Beja) liderada por um casal de nacionalidade dinamarquesa e norte-americana.

A última adega em destaque é a Quinta do Quetzal, também na Vidigueira, e que também produz tintos, brancos e rosés com vista para as enormes planícies alentejanas.

Douro5.1

O site refere a distância de três horas do Porto a Lisboa, chamando a atenção para “os famosos vinhos fortificados” e para a região do Douro de onde são provenientes.

A autora do artigo diz mesmo que se trata de uma região “de tirar o fôlego” destacando, naturalmente, a qualidade dos seus vinhos.

São destacados cinco destinos a não perder:

A Quinta dos Murças (Esporão) numa visita de comboio com paragem no apeadeiro de Covelinhos observando-se as vinhas “incrivelmente íngremes”.

A Quinta do Bomfim, no Pinhão sublinhando a existência de vinhas velhas e a adega nesta quinta propriedade da Symington.

O restaurante DOP do Chef Rui Paula no Porto, recomendando igualmente uma visita ao DOC em Armamar, sublinhando a oferta de cozinha moderna e “uma vasta gama de vinhos portugueses”.

Não podia faltar a referência às Caves de Vinho do Porto em Vila Nova de Gaia, com a articulista a afirmar que “nenhuma viagem a Porto fica completa sem uma visita a estas caves”.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *