Vinhos Ermelinda Freitas «conquistaram» os russos

A Casa Ermelinda Freitas foi a empresa portuguesa mais premiada na competição russa ProdExpo 2017, com um total de 13 prémios.

A qualidade dos vinhos da região de Palmela, reconhecida pelo júri, traduziu-se em duas estrelas ProdExpo, sete medalhas de ouro e quatro de prata.

As duas estrelas ProdExpo foram atribuídas aos vinhos Casa Ermelinda Freitas Merlot Reserva 2014 e Casa Ermelinda Freitas Moscatel de Setúbal pela sua “qualidade destacada na competição”, informou a empresa em comunicado.

A Casa Ermelinda Freitas foi ainda considerada pela WAWWJ (World Association of Writers and Journalists of Wines and Spirits) a 36ª melhor adega no top 100 melhores adegas do mundo de 2016. Os vinhos ficaram classificados na 15ª posição do top 100 do mundo.
Para a empresa, este é “mais um excelente início de ano, que vem reforçar a qualidade destacada dos vinhos da Casa Ermelinda Freitas”, os quais têm vindo a somar prémios todos os anos, a par da “confiança dos consumidores”.

De assinalar que até ao final de 2016, a Casa Ermelinda Freitas havia já conquistado 52 medalhas de ouro, 55 medalhas de prata e 13 medalhas de bronze nos certames de vinho mais importantes em Portugal, China, Rússia e França.

Destaque para a Medalha Prodexpo atribuída ao vinho Syrah, a Medalha de Ouro entregue ao vinho Dona Ermelinda Branco no Challenge Internacional Du Vin 2016, a Medalha de Ouro para o Dona Ermelinda Reserva 2013 conquistada no Sommelier Wine Awards 2016, bem como a Medalha de Ouro para o Casa Ermelinda Freitas Moscatel de Setúbal Superior 2005 no famoso Concours Mondial de Bruxelles 2016, entre outros.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *