Vinho tinto é um ‘elixir’ do desejo sexual

Estudo da Universidade de Florença revela que o consumo desta bebida faz aumentar os níveis de excitação tanto nos homens como nas mulheres.

Claro que não deve ser esquecida a importante regra do consumo moderado, porque embora as bebidas alcoólicas possam ajudar a desinibir e a ‘soltar’, o consumo exagerado faz, inevitavelmente, fracassar a desejada ‘noite de prazer’.

Mas os cientistas da Universidade de Florença, de acordo com o site Metro, provoaram que, no caso do sexo masculino, o vinho impulsiona o desejo sexual graças a um dos seus compostos, a quercetina, que bloqueia a enzima UGT2B17 (usada pelo corpo para libertar testosterona). A atuação deste composto faz com que o desejo sexual seja mais prolongado. Já no caso das mulheres, o vinho tinto deixa-as mais desinibidas, mais bem dispostas e com maior desejo por uma noite quente.

15.1Para comprovar o efeito ‘benéfico’ no sexo feminino, no estudo da Universidade de Florença participaram 798 mulheres, com idades entre 18 e 50 anos repartidas em 3 grupos: as que não bebiam vinho, as que bebiam um copo por dia e as que bebiam de 1 a 2 copos diários. Os efeitos mais satisfatórias foram registados nas mulheres que bebiam um a dois copos (pequenos) por dia.

Recorde-se que esta não é a primeira vez que o vinho tinto é associado a melhor sexo. Uma anterior investigação conjunta entre as universidades Harvard e Johns Hopkins e ainda a UC Davis Medical School concluiu que o resveratol presente no vinho pode ajudar a facilitar o envolvimento sexual, uma vez que faz aumentar o fluxo sanguíneo e, com isso, melhora o desempenho sexual.

Um outro estudo da Universidade de Harvard, mas desta vez em parceria com a East Anglia University, revelou que o consumo de um copo de vinho todos os dias pode ser a melhor forma dos homens de meia-idade conseguirem manter uma vida sexual ativa e satisfatória, noticiou o The Guardian.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *