Vinho «promoveu» geminação entre Madalena e Vidigueira

“Foi, precisamente, o vinho o elemento aglutinador e determinante na unificação destas duas regiões vinhateiras”, afirmou José António Soares, presidente da Câmara Municipal da Madalena.

7-1O município alentejano da Vidigueira conquistou o título de «Cidade do Vinho 2013». A Câmara Municipal da Madalena, na ilha do Pico, nos Açores, será a partir de janeiro próximo, «Cidade do Vinho 2017».

A atribuição – através de projetos de candidatura – do título «Cidade do Vinho» que desde 2009 é promovida pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) a estes dois municípios, terá sido o «click» que faltava para que as duas autarquias assinassem um protocolo de geminação.

E a ocasião para formalizar o acordo, na Vitifrades – Festa do Vinho de Talha no início de dezembro, também não poderia ser melhor escolhida pois o Vinho de Talha vai candidatar-se a Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO e a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico foi, em 2004, classificada como Património da Humanidade pela UNESCO.

De acordo com o protocolo assinado, os municípios comprometeram-se a desenvolver um vasto programa de intercâmbio social, etnográfico, económico, científico e tecnológico para difusão recíproca da cultura de ambas as comunidades, intensificando os laços de amizade e cooperação em prol do desenvolvimento pleno dos concelhos geminados.

“Um passado de profunda amizade, que celebra o que de melhor as nossas comunidades têm, o vinho. Foi, precisamente, o vinho o elemento aglutinador e determinante na unificação destas duas regiões vinhateiras”, afirmou José António Soares, presidente da Câmara Municipal da Madalena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *