Vinho mais caro do mundo

Chama-se AurumRed, cada garrafa custa 25 mil euros e é produzido em Espanha, na região de Cuenca.

É, por isso, considerado o vinho mais caro do mundo, de acordo com um artigo publicado no jornal espanhol ‘El País’ que acrescenta ainda tratar-se de uma produção muito limitada pois anualmente são colocadas à venda apenas 150 garrafas das 300 referentes à chamada série ouro.

Sabe-se que este vinho é produzido desde 2009 em Las Pedroñeras (Cuenca), com uvas colhidas em apenas 250 videiras centenárias das castas Cencibel ou Tempranillo (conhecidas como Aragonez ou Tinta Roriz), Cabernet Sauvignon e Sauvignon Blanc.

O enólogo Hilário Garcia revelou que o segredo está no recurso ao ozono. “Comprovei que se podiam aplicar este tipo de técnicas, usadas para o tratamento de doenças ou em aplicações veterinárias, nas plantas e nas vinhas para controlar as pragas”, explica.

Hilário Garcia acrescentou ainda que o AurumRed “é um vinho único, diferente, emocional e com a garantia de que nunca estará avinagrado quando for aberto, mesmo ao fim de vários anos”.

Nos EUA este vinho está à venda por 45 mil dólares (38 mil euros) por garrafa.
Refira-se que só metade da produção designada por série ouro chega ao mercado, com as restantes 150 garrafas a serem guardadas. No caso da série prata, a produção é de 6000 garrafas vendidas a 1200 euros cada uma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *