VII Capítulo da Confraria da Pastinaca e do Pastel de Molho da Covilhã

Um capítulo onde se destaca a ‘criatividade’ da utilização da Cherovia (Pastinaca) como produto gastronómico e a realização do X Festival da Cherovia.

Trata-se, efetivamente, de um excelente exemplo do menu que será colocado à disposição dos participantes, a contrastar com as propostas de rissóis, croquetes e outras vulgaridades que são apresentadas em alguns capítulos confrádicos.

O VII Capítulo da Confraria da Pastinaca (Cherovia) e do Pastel de Molho da Covilhã acontece no dia 23 de setembro, com um pequeno almoço marcado para as 9 horas, no qual serão apresentadas as seguintes propostas gastronómicas: Pastel de molho da Covilhã (seco ou com molho de açafrão); Cherovia frita; Bolas de Berlim de cherovia; Miniaturas de cherovia; Bolo de cherovia; Compota de cherovia; Palitos de cherovia e Sangria de cherovia.

Seguir-se-á o desfile das confrarias até à Câmara Municipal da Covilhã em cujo Salão Nobre se realizará a cerimónia de entronização de novos confrades e proferida uma oração de sapiência com o tema: A Pastinaca e o Pastel de Molho – um património da gastronomia covilhanense a preservar, pela Confrade de Honra, Professora Doutora Elisa Pinheiro.

O almoço será constituído por: Chips de cherovia; Tempura de cherovia com molho agridoce com sésamo; Aveludado de cherovia; Barriga de leitão com cherovia e cenoura assada, alecrim e carqueja e Tentúgal de cherovia e abóbora dourada com sorvete de baunilha e fruta laminada.

Talvez não seja muito apropriada a utilização de «Tentúgal» para definir a massa que recebe o recheio da sobremesa, ainda (e precisamente por isso) lembre o Pastel de Tentúgal.

Festival da Cherovia

Este Capítulo decorre no período em que se realiza na Covilhã o X Festival da Cherovia, de 21 a 24 de setembro evento que acontece no casco histórico da Covilhã – Santa Maria, trazendo festa, animação e reunindo os covilhanenses no coração da cidade.

Este ano, a organização disponibilizou 40 espaços para stands, que conjuntamente com mais 25 espaços devolutos e/ou próprios farão desta a maior edição de sempre do festival.

Os concursos gastronómicos, rota gastronómica com a colaboração dos restaurantes da cidade, bem como o roteiro de Arte Urbana (com novos elementos) serão pontos obrigatórios de passagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *