Tradições de Passagem de ano: cada povo com as suas

Mesmo quem diz não acreditar come umas passas, faz um brinde com champanhe ou escolhe a roupa interior de determinada cor.

Brindar com champanhe ou vinho espumante parece ser uma das tradições mais comuns aos povos da Europa e outros países no mundo.

15-1Comer doze passas ao som das badaladas que assinalam a meia noite, bater tacho e panelas, vestir roupa interior azul e ainda subir para uma cadeira ou ficar apoiado apenas no pé direito enquanto ‘vira’ o ano são algumas das tradições mais conhecidas em terras lusas na Passagem do Ano.

São várias as tradições que assinalam a passagem do ano ‘velho’ para o ‘novo’ e algumas variam consoante os países. Eis algumas:

Na Dinamarca, as famílias reúnem-se para assistir ao discurso de Ano Novo da rainha, que passa na televisão às 18h00, seguindo-se um brinde com champanhe. O jantar é farto em petiscos e na decoração da mesa não faltam chapéus, cornetas e crackers (tubos em papel que quando puxados por duas pessoas rebentam e libertam confetes).
Quando chega a meia noite, o povo dinamarquês canta, brinda com champanhe, come bolo de maçapão e dai para as ruas para ver o fogo de artifício e rebentar crackers.

Na Itália é imprescindível usar roupa interior vermelha na noite de passagem de ano, para atrair boa sorte. Em Roma e Nápoles, alguns italianos atiram pela janela os objetos que já não querem, o que simboliza esquecer o passado e entrar numa vida nova. Há ainda quem escreva os desejos para o novo ano num papel e o atire para uma lareira, para que se tornem realidade.

Na Finlândia a noite de fim de ano é utilizada para prever o que irá acontecer no ano seguinte. Como? Através de uma ferradura derretida. As pessoas compram pequenas ferraduras em estanho e derretem-nas numa frigideira. O estanho derretido é depois deitado em água gelada e solidifica novamente, com uma forma arbitrária. Depois, cada pessoa vê com o que se parece a sombra do material solidificado, para tentar perceber se significa felicidade, amor, tristeza ou dinheiro.

Na Irlanda as raparigas jovens dormem com azevinho debaixo da almofada, na esperança de encontrarem o amor da sua vida no Ano Novo. Em County Kerry, numa vila conhecida como Portmagee, celebra-se o ano velho em vez do ano novo, festejando tudo o que aconteceu no ano anterior, com música e dança. Muitas pessoas dirigem-se à ilha de Achill, onde é possível apreciar um dos últimos pores-do-sol da Europa e o último do ano. Outra tradição famosa na Irlanda, para a primeira manhã do ano, é o mergulho nu nas águas geladas do Atlântico.

No Reino Unido a tradição dita que, à meia-noite, todos os britânicos saem à rua juntos, dançando e cantando a música “Auld Lang Syne”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *