Sexo e vinho tinto ‘combatem’ cancro da próstata

Médicos urólogos italianos defendem que a prevenção contra este cancro tão comum, pode passar (também) pelo vinho e por uma vida sexual ativa.

Mais uma vez o resveratrol é apontado como o antioxidante «milagroso». Trata-se de um polifenol que pode ser encontrado principalmente na pele e nas grainhas dos bagos de uva preta e, consequentemente, no vinho tinto.
Com base em estudos científicos específicos, publicados na revista “International Journal of Cancer”, os médicos – reunidos em Pozzuoli para a conferência Comunicar a Prevenção – vinho, próstata e sexualidade – revelaram a utilidade da atividade sexual e ingestão, moderada, de vinho tinto.

Para reduzir o risco de cancro da próstata, um dos mais comuns na população masculina e que representa cerca de 15% de todos os cancros diagnosticados em humanos, dizem os médicos que “os homens que consomem quatro ou mais taças de vinho tinto por semana têm um risco reduzido de cancro da próstata em 50%. No que diz respeito aos tipos mais agressivos de cancro, a incidência é também reduzida em 60%”.

E quanto ao sexo? Na sequência de outro estudo concluiu-se que beber um pouco de vinho, aumentaria o prazer sexual, favorecendo a ereção do homem e retardando ligeiramente o reflexo ejaculatório. “As substâncias nele contidas ajudam o funcionamento das artérias favorecendo o fluxo de sangue no membro masculino e o relaxamento da musculatura lisa dos corpos cavernosos, e a consequente erecção”, afirmaram os especialistas.

Naturalmente que os especialistas alertaram igualmente para os perigos de se beber em excesso. Já quanto ao excesso de atividade sexual, nada disseram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *