//Sacos recicláveis para frutas e legumes

Sacos recicláveis para frutas e legumes

No ‘Dia Internacional sem Sacos de Plástico’, Auchan e Lidl lançaram propostas ‘amigas do ambiente’.

A Organização das Nações Unidas já disponibilizou informações que indicam que 10% da poluição provocada pelos humanos é de produtos de plástico e, ainda mais preocupante, sabe-se também que mais de 80% da água potável que existe no mundo apresenta vestígios de partículas de plástico. Quer mais? Então saiba ainda que 85 % do lixo encontrado nas praias de todo o mundo são… plástico.

O ‘Dia Internacional Sem Sacos de Plástico’, assinalado no passado dia 3 de julho, repetiu-se este ano pela 2ª vez e é promovido pela Fundação Privada Catalã para a Prevenção de Resíduos e Consumo Sustentável, com o objetivo de sensibilizar a população sobre o consumo excessivo de sacos de plástico e produtos descartáveis, substituindo-os por hábitos mais responsáveis, bem como avaliar os resultados das medidas aplicadas nos diferentes países.

Entre as várias iniciativas realizadas, assinale-se o projeto piloto a decorrer no Jumbo de Cascais, por iniciativa da Auchan, de lançamento de sacos com formato semelhante a uma rede, para deixar os alimentos respirar e que podem servir também para guardar os alimentos no frigorífico. Em cada um destes sacos os clientes poderão colocar até quatro referências de produtos, entre legumes e frutas para uma maior maximização dos sacos. Estão à venda na secção das frutas e legumes, num pack de três, com um custo de 2,45€.
Também os tradicionais sacos de plástico, que por enquanto continuarão a ser disponibilizados, vão passar a permitir o acondicionamento de quatro produtos diferentes que terão que ser pesados separadamente, colocando-se as várias etiquetas no mesmo saco

A cadeia de supermercados Lidl assinalou também este dia lançando sacos de poliéster 100% recicláveis, que suportam um peso até 5kgs e podem ser reutilizados e lavados a 30ºC múltiplas vezes. Cada unidade de venda tem dois sacos e custa 0,69€.

Para ‘encorajar’ os mais resistentes à ecologia o Lidl explica que bastam cinco utilizações destes sacos para que valha a pena. É que, se cada um destes sacos for utilizado uma vez por semana, no final de um ano terão sido menos 52 sacos de plástico que entraram no sistema, o que significa menos 104 gramas de plástico. E olhe que não é pouco.
Os clientes têm sempre a opção de compra de frutas e legumes a granel, mas o Lidl afirma estar progressivamente a reduzir a utilização do plástico, nomeadamente com a substituição de cuvetes de plástico por cartão ou através da redução da micragem/dimensão das embalagens de plástico, assegurando a continuidade da qualidade do artigo.