Sabores peruanos chegam a Lisboa

Ceviche, cocktails peruanos elaborados com Pisco e muitos outros pratos típicos constituem o cardápio do “Segundo Muelle”.

Abriu portas em Lisboa um restaurante 100% Peruano que tem como base uma forte paixão pelo mar e pela pesca. Inicialmente desenvolvido para servir o público que visitava as pequenas instalações numa pequena garagem em San Isidro, Lima, o Segundo Muelle conta hoje já com 17 restaurantes em todo o Mundo, chegando agora a Portugal, pelas mãos do Grupo Portugália Restauração.

Dividida por influências, na ementa do Segundo Muelle o cliente vai poder encontrar pratos Chifa (fusão da cozinha chinesa com peruana), Nikei (fusão da gastronomia japonesa com peruana), mediterrânica (influencia espanhola e italiana), Crioula (influencia africana) e comidas nativas, onde o rei é o Ceviche – prato de origem peruana que tem por base o peixe cru marinado em sucos de citrinos. Uma carta composta por pratos exclusivos e inovadores, que pretendem marcar a diferença. A acompanhar estes pratos singulares, o Segundo Muelle dispõe ainda de uma ementa de cocktails peruanos, confecionados com o tradicional Pisco, com destaque para o Pisco Sour, o embaixador de todos os cocktails, um batido com pisco quebranta, sumo de lima e clara de ovo.

Como nasce o Segundo Muelle…

16.1Natural do Perú, Daniel Manrique sempre foi um apaixonado pelo mar, por surf e pela pequena vila onde, desde pequeno, passava férias com a sua família. Desde cedo se acostumou a manusear e a degustar o peixe mais fresco e de melhor qualidade que provinha das águas da praia do sul e que abastecia todo o distrito de San Bartolo.

Enquanto dava os primeiros passos na faculdade, Daniel Manrique em parceria com um amigo e colega decidiu abrir um restaurante, numa pequena garagem em San Isidro, Lima, de apenas 40 metros quadrados e apenas quatro mesas, onde dava a provar as suas criações aos amigos que o visitavam. Com pouco mais de 20 anos e sem qualquer experiência no ramo da restauração, Daniel Manrique batizou este espaço com o nome de Segundo Muelle, em honra ao segundo molhe de San Bartolo onde havia passado grande parte da sua infância e adolescência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *