‘Rota das Vinhas do Pó’ atrai operadores turísticos

Programa da região de Palmela foi apresentado em reuniões de trabalho a operadores de turismo nacionais e internacionais, durante a Bolsa de Turismo de Lisboa.

A Rota das Vinhas do Pó reuniu com cerca de duas dezenas de operadores de turismo nacionais e internacionais, durante a Bolsa de Turismo de Lisboa, para apresentação das experiências programadas, com o objetivo de comercialização e venda direta.

Treze destas reuniões, que contaram com a consultadoria e acompanhamento da empresa ON Innovation, foram realizadas no âmbito da participação no Programa Hosted Buyers – Programa de Compradores Internacionais, dinamizado em parceria com o Turismo de Portugal e a TAP Portugal, para promoção externa do Destino Portugal junto destes compradores estrangeiros que se deslocam ao certame a convite da organização.

A apresentação da Rota das Vinhas do Pó captou especial interesse comercial de operadores dos Estados Unidos, Canadá, Noruega, Reino Unido, França, Holanda, Polónia e Uruguai. Esta ação de promoção incluiu informação sobre a oferta enoturística disponível para 2018, com destaque para a rota a operar na região vinhateira de Fernando Pó – Rota das Vinhas do Pó. Foi associado um kit de imprensa com uma caixa-oferta específica para este público, incluindo vinhos das adegas envolvidas no projeto, Fogaça de Palmela, caneta, mapa da região e informação turística (destaque para os circuitos pedestres disponíveis no concelho de Palmela – “Jardins de Vinhas”, “Pé ante Pé” e “Encostas de Palmela”).

No total, foram estabelecidos quase 400 contactos com agentes internacionais e nacionais e a expetativa de retorno é elevada, na medida em que os operadores contactados demonstraram elevado interesse. Acredita-se que o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município de Palmela, a Rota de Vinhos da Península de Setúbal, as adegas Filipe Palhoça Vinhos, Fernão Pó e Ermelinda Freitas é um ativo turístico relevante para diversos nichos de mercado, numa aposta clara nos programas feitos à medida do cliente, privilegiando a qualidade, a acessibilidade e a diferenciação do produto.

A par desta ação, foram realizadas provas de vinhos da Península de Setúbal e degustação de produtos regionais nos pavilhões do Turismo de Portugal, da Associação das Rotas de Vinhos de Portugal e da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa. Foi, ainda, realizada uma prova de vinhos e produtos tradicionais para registar a apresentação pública do Adventure Map – primeiro mapa de percursos do Parque Natural da Arrábida, numa cooperação intermunicipal entre Palmela, Sesimbra e Setúbal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *