Portugal vai ter «app» para procurar produtos biológicos

O Dia Nacional da Alimentação Biológica, a criar pelo Governo, será complementado com uma aplicação móvel para localizar unidades de produção ou comercialização de produtos biológicos.

Outras medidas anunciadas são a promoção da representação da produção biológica em certames nacionais e internacionais, o desenvolvimento de um plano de comunicação nesta área versando o grande público e iniciativas de promoção dos produtos biológicos a nível local e nacional.

A Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica (ENAB) e o respetivo Plano de Ação foram apresentados pelo ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos que definiu um horizonte temporal de 10 anos (2027), com uma avaliação intercalar ao fim de cinco anos (2022).

A meta é duplicar a área de agricultura biológica para cerca de 12% da Superfície Agrícola Utilizada, que atualmente é de cerca de 7%), e triplicar as áreas de hortofrutícolas, leguminosas, proteaginosas, frutos secos, cereais e outras culturas vegetais destinadas a consumo direto ou transformação.

7.1Duplicar a produção pecuária e aquícola em produção biológica – com particular incidência na produção de suínos, aves de capoeira, coelhos e apícola, assim como a capacidade interna de transformação de produtos biológicos são outras das metas a atingir.

Dados da Direção-Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) indicam que em 2015 a superfície em agricultura biológica atingiu os 239.864 hectares (ha) e o número de produtores agrícolas biológicos, no mesmo ano, chegou aos 3.837.

Os Estados-membros da EU com a maior superfície em agricultura biológica são a Espanha (com quase 2 milhões ha), a Itália (com cerca de 1,5 milhão ha) e a Alemanha (com 1 milhão ha). Em conjunto, estes três países são responsáveis por cerca de 40% da superfície total de agricultura biológica na UE-28.

Fonte: JN

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *