Ponte de Lima quer a sede nacional da Rota ‘Iter Vitis’

Reunião de trabalho reuniu, recentemente, Secretária Geral da Rede Iter Vitis, o Secretário-geral da AMPV e Vereador do Turismo da Câmara Municipal.

A ITER VITIS é uma Rota Cultural dos Caminhos da Vinha na Europa, classificada como Itinerário Cultural do Conselho Europeu, cujo objetivo principal é a promoção do património cultural, histórico e paisagístico associado ao vinho de qualidade.

Recentemente decorreu em Ponte de Lima uma reunião de trabalhocom o objetivo de dar a conhecer as infraestruturas e todo o potencial que Ponte de Lima reúne para acolher a sede nacional da Rede Iter Vitis.

No encontro, que decorreu no CIPVV – Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde participaram o Vereador do Turismo, Paulo Sousa, a Secretária Geral da Rede Iter Vitis, Emanuela Panke e o Secretário-geral da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho AMPV), José Arruda. Nesta reunião ficou acordada a organização de um “Congresso Iter Vitis” que pretende reunir representantes dos 18 países que integram esta rede, a realizar em Ponte de Lima, no dia 4 de março de 2018.

Em Ponte de Lima, a intenção de conseguir este objetivo passa pelo aproveitamento dos Caminhos de Santiago para o percurso da Rota Iter Vitis, bem como o albergue dos peregrinos que servirá de “Domus da Rede Iter Vitis – Os Caminhos da Vinha”. O objetivo passa pelo desenvolvimento do enoturismo através da valorização do património cultural, material e imaterial, da gastronomia e do território associado à vinha e ao vinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *