//‘Petiscos’ da Beira

‘Petiscos’ da Beira

Botelha, Cherovias, Beringelas e Peixinhos da Horta.

São propostas da ‘Carta Gastronómica da Estrela Sul’, uma zona localizada, como o nome indica, a sul da Serra da Estrela. Em comum têm o facto de usarem polme.
São um excelente petisco para comer frio.

Botelha
A botelha (abóbora) é cortada em talhadas finas e colocada em água fria com sal cerca de 12 horas. Depois de enxutos, os pedaços passam por polme e vão a fritar em azeite.

Cherovias
As cherovias são cozidas em água e sal e cortadas em fatias finas, no sentido longitudinal. Passadas por polme, vão a fritar em azeite.

Nota – Há quem tempere diretamente com sal e limão.

Peixinhos da horta
Para os peixinhos da horta o feijão verde é cozido (não demasiado) com água e sal. Depois de escorridas, as vagens passam por polme, cuja base é constituída por farinha e ovos e vão a fritar em azeite bem quente.

Beringelas
As beringelas são cortadas às rodelas e colocadas em água e sal durante 20 minutos. Depois de enxutas e envolvidas em polme vão a fritar em azeite.

Nota – Há quem substitua a imersão colocando pedras de sal nas rodelas durante algum tempo para lhes diminuir a água

Os pratos apresentados foram confecionados no Restaurante «A Mila» em S. Vicente da Beira