//Peniche lançou bolacha ‘Renda Doce’

Peniche lançou bolacha ‘Renda Doce’

Trata-se de um doce de pastelaria, feito com algas e inspirado nas rendas de bilros

Integram algas na massa, são decoradas com uma aplicação de açúcar inspirada nas rendas de bilros tradicionais de Peniche e já estão à venda. As bolachas têm sabor de caramelo com flor de sal, gengibre e lima e são vendidas em caixas de 12 unidades, a um preço de sete euros.

Trata-se de mais um projeto desenvolvido por alunos e docentes de pastelaria da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche, que contou com a colaboração da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha que desenvolveu o design inspirado nas tradicionais rendas. Ambas as escolas integram o Instituto Politécnico de Leiria.

A produção e comercialização deste novo doce são garantidas pelas Pastelarias Calé – com lojas em Peniche e Caldas da Rainha – que há três anos, também com a Escola de Peniche, lançou no mercado o ‘pão de algas’, sem adição de sal.

O gerente da empresa, Luís Calé referiu à agência Lusa que pretende continuar a inovar e a explorar novas oportunidades de negócio justificando esta associação ao projeto com o objetivo de “homenagear as rendilheiras locais e contribuir para haver na cidade mais uma lembrança de Peniche para turistas”.

A empresa de panificação tenciona produzir “uma centena de caixas por semana”, o que vai contribuir para um aumento de 5 a 10% na sua produção e faturação.

Além das pastelarias, as bolachas poderão vir a estar à venda em unidades hoteleiras e de restauração do concelho.

A empresa fatura por ano meio milhão de euros e emprega 30 trabalhadores.

Ana Rita Petinga, vice-presidente da Câmara Municipal de Peniche, que apoia a iniciativa afirmou que este novo produto vai contribuir para “aproximar população e turistas das tradições e identidade locais, já que as rendas de bilros de Peniche têm mais de 400 anos, promovendo um produto diferenciador e inovador”.