Papa Francisco visita agência que luta contra a fome

O Papa Francisco vai visitar a sede do Programa Mundial de Alimentação (PAM), da Organização das Nações Unidas (ONU), em Roma, no dia 13 de junho.

De acordo com a Rádio Vaticano, o Papa Francisco vai estar durante duas horas na sede da PAM, a agência humanitária que desde 1961 luta contra a fome no mundo.

A agência da ONU com sede em Roma presta assistência alimentar a cerca de 80 milhões de pessoas, em quase 80 países, por ano.

O Programa Mundial de Alimentação trabalha em parceria com outras agências da Organização das Nações Unidas como o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) ou a organização para a Alimentação e a Agricultura (FAO) que o Papa visitou na segunda Conferência Internacional sobre nutrição a 20 de novembro de 2014.

“Enquanto se fala de novos direitos, o faminto está aí, na esquina da rua, e pede o reconhecimento da cidadania, ser considerado na sua condição, receber uma alimentação de base saudável. Pede-nos dignidade, não esmola”, afirmou na altura.

O Papa acrescentou, na altura que a luta contra a fome e a desnutrição, é dificultada pela “prioridade do mercado” e pela “preeminência da ganância”, que reduziram os alimentos a “uma mercadoria qualquer, sujeita à especulação, inclusive financeira”.

“Nenhuma forma de pressão política ou económica que se sirva da disponibilidade de alimentos pode ser aceitável”, sublinhou Francisco.

A este respeito, acrescentou que o direito à alimentação só será garantido se houver preocupação “com o sujeito real, ou seja, com a pessoa que sofre os efeitos da fome e da desnutrição”.

O Papa saiu em defesa do direito à alimentação e o direito à vida e a uma existência digna, bem como pelo direito a ser protegidos pela lei, “nem sempre próxima da realidade de quem passa fome”, e recordou a “obrigação moral de partilhar a riqueza económica do mundo”.

“Pessoas e povos exigem que a justiça seja colocada em prática; não apenas a justiça legal, mas também a contributiva e a distributiva”, precisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *