Osteria Francescana eleito ‘melhor restaurante do mundo’

O «50 Best», organizado pela revista britânica Restaurant, revelou em julho passado a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo.

O Osteria Francescana, do chef Massimo Bottura, encabeça a lista. Localizado em Modena (Itália), o restaurante oferece duas opções de menu-degustação. Uma delas, o menu «Sensations», com pratos experimentais do chef, custa 200 euros.
No texto que justifica a atribuição do prémio à Osteria Francescana, assinala-se que o Chefe Bottura tem vindo desde há muito a “brincar com os padrões da gastronomia italiana reinventando, subvertendo e melhorando. Mas num país cuja cultura gastronómica é profundamente conservadora, esse é um caminho desafiador e, muitas vezes, controverso”.

A lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, uma espécie de Óscares da gastronomia, é selecionada todos os anos por um painel de cerca de 1000 pessoas da indústria da restauração, entre chefs, críticos, proprietários de restaurantes e reconhecidos ‘gourmets’.

Este grupo de especialistas é dividido em 27 painéis regionais, cada um com 36 membros, a quem é pedido que escolham as sete melhores experiências em restaurantes. Percebe-se, assim, que o prémio não se baseia apenas na qualidade da comida, mas no prazer que o restaurante é capaz de proporcionar aos clientes durante a refeição.

O restaurante vencedor do ano passado, El Celler de Can Roca, em Girona (Espanha), que tinha conseguido o primeiro no ano passado e também em 2013, caiu em 2016 para o segundo lugar na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, seguido pelo nova-iorquino Eleven Madison Park, dos chefs Daniel Humm e Chris Flint, em terceiro na lista.
A maior surpresa foi para a descida do Dinner do conhecido chef Heston Blumenthal, que caiu do sétimo para o 45.º lugar.

Apesar de não haver nenhum restaurante português entre os melhores 50 do mundo, o Belcanto, do chef José Avillez, que no ano passado tinha ficado no 91.º posto da lista alargada até aos 100, está este ano no número 78.

Para o caso de viajar brevemente para um destes destinos, com um cartão de crédito que permita uma visita, aqui fica a lista dos «50 magnificos».

1. Osteria Francescana, Modena (Itália)
2. El Celler de Can Roca, Girona (Espanha)
3. Eleven Madison Park, Nova York (EUA)
4. Central, Lima (Peru)
5. Noma, Copenhague (Dinamarca)
6. Mirazur, Menton (França)
7. Mugaritz, San Sebastian (Espanha)
8. Narisawa, Tóquio (Japão)
9. Steirereck, Viena (Áustria)
10. Asador Etxebarri, Axpe (Espanha)
11. D.O.M, São Paulo (Brasil)
12. Quintonil, Cidade do México (México)
13. Maido, Lima (Peru)
14. The Ledbury, Londres (Inglaterra)
15. Alinea, Chicago (EUA)
16. Azurmendi, Larrabetzu (Espanha)
17. Piazzo Duomo, Alba (Itália)
18. White Rabbit, Moscou (Rússia)
19. Arpège, Paris (França)
20. Amber, Hong Kong (China)
21. Arzak, Sán Sebastián (Espanha)
22. The Test Kitchen, Cidade do Cabo (África do Sul)
23. Gaggan, Bangcoc (Tailândia)
24. Le Bernardin, Nova York (EUA)
25. Pujol, Cidade do México (México)
26. The Clove Club, Londres (Inglaterra)
27. Saison, São Francisco (EUA)
28. Geranium, Copnhague (Dinamarca)
29. Tickets Bar, Barcelona (Espanha)
30. Astrid y Gastón, Lima (Peru)
31. Nihonryori Ryugin, Tóquio (Japão)
32. Restaurant Andre (Cingapura)
33. Attica, Melbourne (Austrália)
34. Restaurant Tim Raue, Berlim (Alemanha)
35. Vendôme, Bergisch Gladbach (Alemanha)
36. Boragó, Santiago (Chile)
37. Nahm, Bangcoc (Tailândia)
38. De Librije, Zwolle (Holanda)
39. Le Calandre, Rubano (Itália)
40. Relae, Copenhague (Dinamarca)
41. Fäviken, Järpen (Suécia)
42. Ultraviolet, Xangai (China)
43. Biko, Cidade do México (México)
44. Estela, Nova York (EUA)
45. Dinner By Heston Blumenthal, Londres (Inglaterra)
46. Combal Zero, Rivoli (Itália)
47. Schloss Schauenstein, Fürstenau (Suíça)
48. Blue Hill at Stone Barns, Pocantico Hills (EUA)
49. Quique Dacosta, Denia (Espanha)
50. Septime, Paris (França)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *