Nova identidade na gama de vinhos ‘Três Bagos’

A duriense Lavradores de Feitoria estreia uma nova imagem para a marca bandeira do seu portefólio

Juntam-se a homónima Lavradores de Feitoria, Meruge, Quinta da Costa das Aguaneiras, Cheda e Gadiva. Esta é a terceira “colecção” da roupagem ‘Três Bagos’, sendo que pelo meio houve a integração do novo logótipo da Lavradores de Feitoria nos rótulos. Uma novidade cuja estreia coube ao ‘Três Bagos Reserva tinto 2015’, precisamente a terceira colheita desta referência báquica. Segue-se o ‘Três Bagos Grande Escolha tinto 2014’, prestes a chegar ao mercado.

Um restyling, a cargo da M&A Creative Agency – a mesma empresa que desenvolveu a nova identidade institucional da Lavradores de Feitoria –, onde o trio de bagos foi invadido pelas curvas sinuosas do Douro Vinhateiro, e um vinho que aquece a alma nos dias em que os termómetros descem ao sabor da estação.

Feito a partir das castas Tinta Roriz (40%), Touriga Nacional (25%) e Touriga Franca (35%) de vinhas com mais de 30 anos, o DOC Douro ‘Três Bagos Reserva tinto 2015’ fermentou, durante o processo de vinificação, em cubas de inox, ao que se seguiu o estágio de 50% em inox, 25% em barrica nova e os restantes 25% em barrica de segundo ano.

Na cor é dominado pelo vermelho vivo e denota um aroma frutado, sobretudo a fruta vermelha bem madura, com destaque para a ameixa e a amora silvestre, com as quais a madeira “casa” na perfeição, ou seja, está bem integrada e discreta, tornando este ‘Reserva’ um vinho elegante, equilibrado e muito agradável. Na boca é muito saboroso, bem estruturado e elegante, com notas de fruta madura, taninos suaves e uma acidez muito equilibrada, características que lhe confere harmonia e promove a longevidade. Apresenta um final longo e bastante saboroso.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Três Bagos Reserva tinto 2015 • DOC Douro
PVP: €9,50 • Álc.: 14,0% • Acidez Total: 4,80 g//l • pH: 3,74

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *