//Noruega assegura fornecimento internacional

Noruega assegura fornecimento internacional

A Noruega considera pesca e aquicultura como fundamentais na situação de pandemia e assegura fornecimento de produtos ao mercado internacional

Um comunicado enviado às redações assegura que a Noruega está empenhada em, durante esta situação de pandemia, manter o fornecimento de alimentos. Quer as pescas quer a aquacultura, enquanto atividades produtoras de alimentos, foram considerados pelo Governo norueguês como essenciais para a sociedade. Conjuntamente com o sector dos transportes, os pescadores e aquicultores estão empenhados em manterem o abastecimento de produtos do mar da Noruega para consumo interno e a nível global.

O acesso a alimentos saudáveis e seguros é agora mais importante do que nunca, refere o comunicado enviado. Depois de, no sábado, o Ministério do Comércio, Indústria e Pescas da Noruega ter emitido um comunicado a classificar a cadeia de valor que apoia a produção e entrega de alimentos como funções essenciais para a sociedade, a Indústria dos Produtos do Mar da Noruega tem como objetivo manter as suas operações a decorrer da forma mais normal possível. A CEO do NSC-Conselho Norueguês dos Produtos do Mar, Renate Larsen, assegura que o sector irá encontrar soluções para manter o fornecimento destes produtos durante este período turbulento.

Na Noruega, como em outros países Europeus, o governo adotou medidas drásticas para prevenir a propagação da Covid-19. As escolas, cinemas, restaurantes e bares tiveram ordem de encerramento e os cidadãos foram incentivados a aderirem ao teletrabalho. Dado o estatuto de setor de importância crítica, os trabalhadores dos Produtos do Mar da Noruega terão acesso aos serviços de guarda de crianças e o setor dos transportes não está abrangido pelas regras mais rigorosas de quarentena, de modo a assegurar o fluxo transfronteiriço de mercadorias. Para os mercados estrangeiros, estão a ser estabelecidas rotas aéreas de carga adicionais, uma vez que os voos de passageiros foram afetados.

A Noruega exporta 95% dos seus produtos do mar e muitos países dependem das exportações norueguesas para satisfazer o consumo interno de peixe e outros produtos similares. A indústria norueguesa está agora a trabalhar em conjunto com o governo para garantir que as entregas e a logística possam continuar a funcionar da melhor forma possível num contexto de grande incerteza.