Museus Portugueses do Vinho em visitas técnicas a França e Espanha

AMPV organiza visitas técnicas ao museu Cité du Vin, à Rota do Vinho Ribera del Duero e ao Museo Vivanco de la Cultura del Vino.

Decorre entre 28 e 30 de Março uma iniciativa que integra cerca de duas dezenas de representantes de municípios, técnicos de museus do vinho e das Rotas do Vinho nacionais, com o objetivo de estabelecer uma maior proximidade entre entidades e estruturas promotoras do território e do património vinhateiro e avaliar a possibilidade de desenvolver parcerias e partilha de projetos.

A ação, promovida pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) levará os participantes a observar e contactar os responsáveis por espaços culturais e promotores do património vinhateiro, em Espanha e França, no âmbito da Rede de Museus Portugueses do Vinho e da Associação das Rotas do Vinho de Portugal (ARVP).

9.1Em Espanha, no dia 28 de março, a comitiva vai fazer uma visita à Rota do Vinho Ribera del Duero, que abrange quatro províncias de Castela e Leão (Burgos, Segovia, Soria e Valladolid) e que tem o rio Douro como guia natural; e uma visita ao Museo Vivanco de la Cultura del Vino, situado em La Rioja, com uma reunião com o seu presidente Santiago Vivanco.

Em França, a comitiva vai ser recebida para uma reunião no dia 29 de março na Câmara Municipal de Libourne, em Bordéus (França).

No dia seguinte, 30 março, a comitiva vai efetuar uma visita ao moderno museu La Cité du Vin — espaço que abriu portas em junho de 2016 e só nos primeiros sete meses recebeu cerca de 270 mil visitantes, de mais de 140 nacionalidades — e reunir com a diretora deste espaço, Florence Maffand.

Rede de Museus Portugueses do Vinho

A Rede de Museus Portugueses do Vinho, nascida em 2008, é um projeto dinamizado pela AMPV, que surgiu com o intuito de valorizar e promover os espaços museológicos ligados ao vinho e à sua cultura, através da criação de uma dinâmica própria de cooperação, com um plano de atividades próprio, intercâmbio de informações, de coleções ou apoio na organização de eventos.

Além dos espaços museológicos dos municípios associados da AMPV, esta rede informal foi também aberta a todas as entidades público-privadas de museus ou de instituições museológicas enquadradas na temática do vinho, o que contribui para alargar a dimensão da rede de cooperação, maximizando os esforços na criação de parcerias estratégicas e de âmbito nacional, tendo como objetivo capital a valorização e preservação de um património único e de riqueza imaterial.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *