Mercadona contrata 120 diretores para Portugal

A Mercadona vai iniciar a incorporação e contratação dos 120 primeiros novos cargos diretivos que irão liderar o projeto da cadeia de supermercados em Portugal e estarão distribuídos por todo o país.

Com o início deste processo, define-se grande parte da estrutura e das posições-chave da organização em Portugal e constroem-se as bases necessárias para que a Mercadona crie uma equipa de recursos humanos, que cresça profissionalmente e demonstre o compromisso da cadeia, com emprego estável e de qualidade no país.

Ao longo de 18 meses, os novos diretivos estarão imersos num programa próprio de formação, no qual a Mercadona vai investir mais de 50.000 euros por trabalhador. Durante este processo, recebem formação específica sobre o modelo de Qualidade Total da Mercadona, competências de gestão e liderança, e imersão nos diversos departamentos da empresa.
“Também em Portugal queremos ser uma empresa de referência na criação de emprego estável e de qualidade, por isso, na Mercadona, agradecemos às universidades portuguesas que colaboram no processo de seleção, a oportunidade que nos deram para captar excelente talento humano e a capacidade de detetarem profissionais que se identificam com os nossos valores”, disse Javier Casans, diretor de formação dos Recursos Humanos da Mercadona.

Pré-requisitos e candidatura

Para preencher estes postos de trabalho, a empresa procura perfis de licenciados com pós-graduação ou mestrado em economia, administração de empresas, direito, arquitetura e engenharia; com carta de condução e disponibilidade para viajar regularmente.

Os interessados podem enviar o curriculum vitae através da plataforma Indeed. Paralelamente, a empresa colabora neste processo de seleção com diferentes universidades portuguesas.

Projeto da Mercadona em Portugal

A Mercadona anunciou recentemente a implementação do seu plano de internacionalização, com a entrada no mercado português. Tem como objetivo abrir as quatro primeiras lojas em 2019. A empresa prevê investir inicialmente 25 milhões de euros e criar aproximadamente 200 postos de trabalho nesta primeira fase de expansão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *