Menor teor alcoólico para vinhos do Porto

Foi aprovada a redução de um ponto percentual (vol.) para os vinhos do Porto correntes.

A designada taxa alcoométrica volúmica desce para um mínimo de 18% em vinhos do Porto ‘ruby’, ‘tawny’, brancos e rosés correntes. A decisão foi recentemente aprovada no Peso da Régua pelo conselho interprofissional do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP).

O presidente deste organismo, Manuel Cabral, declarou à agência Lusa que, de acordo com a legislação atual, a regra é que o vinho do Porto tenha uma graduação alcoólica entre os 19 a 22 %, excetuando-se o vinho branco leve seco que pode ter graduação mínima de 16,5%.

Assim, com a alteração agora aprovada, o teor alcoólico dos vinhos do Porto correntes poderá variar entre os 18 graus e os 22%. No entanto, continua a manter-se os 19 a 22% para as categorias especiais de vinho do Porto e a exceção para o branco leve seco.

Refira-se que, de acordo com a informação da Lusa, a votação da proposta apresentada pelo comércio, contou com a abstenção da produção.

António Saraiva, da Associação das Empresas de Vinho do Porto (AEVP), justificou esta decisão com a necessidade de “dar resposta à procura por parte dos consumidores que procuram vinhos mais leves”, recordando que se vive um tempo de penalização para os vinhos com graduações alcoólicas mais elevadas.

A manutenção da graduação alcoólica nas categorias especiais prende-se com a necessidade de se efetuarem mais estudos pois “ o setor tem que ter os olhos abertos e perceber o que é que o consumidor pretende”, explicou António Saraiva.

Foto de capa: Caves do Solar de S. Domingos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *