Marijuana é a nova extravagância da alta cozinha

Os Chefes de alta cozinha procuram elevar a experiência de uma refeição através da inclusão de canábis nos alimentos. Negócio cresceu 400% em quatro meses

Chris Sayegh um chef de cozinha apaixonado pela gastronomia e pelos alimentos, decidiu avançar com uma proposta diferente que está a conquistar os americanos.

“Primeiro, crio refeições misteriosas e deliciosas, depois dou-lhes um toque de canábis” revela o Chefe que acrescenta: “A pressão faz-me evoluir. Vivo com a adrenalina. Sou um perfeccionista. Nunca servirei nada que não seja feito com a maior qualidade e nos padrões mais elevados. Nunca irei comprometer isso”.

Sayegh é apenas um de vários chefes de alta cozinha que, nos Estados Unidos, estão a olhar para a canábis como mais um elemento de uma refeição, que ocupe à mesa o mesmo espaço que, por exemplo, uma boa garrafa de vinho. A comercialização legal da marijuana é uma indústria de forte crescimento no país. Espera-se que as vendas nos Estados Unidos atinjam 22,8 mil milhões de dólares em 2020, ainda que o uso recreativo se mantenha limitado. Colorado, Alasca, Oregon e Washington são os únicos Estados onde é possível comprar marijuana sem uma receita médica. A Califórnia deverá, em breve, juntar-se a esta lista.

Há muito que a marijuana se relaciona com os alimentos, mas agora está a assumir um novo papel junto da alta cozinha. No caso de Sayegh, são utilizados extratos de THC, para que o paladar seja preservado – o que não aconteceria se fosse fumada. “Não quero que interfira com o sabor dos pratos”, diz citado pelo FastCompany, lembrando que a utilização de erva é uma experiência sensorial que quer desenvolver. “Estamos literalmente a alterar a química do cérebro enquanto as pessoas comem”.

Sayegh é um chef privado e, em média, vai a seis casas diferentes por mês. Em cada jantar pode servir-se entre 12 e 80 pessoas, com um custo que vai dos 300 aos 500 dólares a entrada. Nos últimos quatro meses, o negócio cresceu mais de 400%.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *