Maranho e Bucho grátis na Sertã

Vários restaurantes da vila da Sertã vão oferecer, durante os fins-de-semana do mês de fevereiro, uma degustação grátis de Maranho e Bucho a todos os seus clientes.

Esta é uma iniciativa que decorrerá nos quatro fins-de-semana do mês de fevereiro e pretende divulgar e promover a gastronomia sertaginense. Nesse sentido, vários restaurantes oferecerão aos seus clientes a possibilidade de provarem (degustarem) gratuitamente os tradicionais Maranho e Bucho.

A campanha, destinada a todos aqueles que fizerem as suas refeições num dos restaurantes aderentes, tem como objectivo promover e divulgar aqueles dois principais pratos da gastronomia sertaginense. A iniciativa pretende igualmente potenciar o «espírito» de colaboração entre os empresários da restauração e sublinhar esse facto junto dos consumidores, com o objetivo de potenciar o turismo no concelho.

Os restaurantes que aderiram a esta iniciativa são o Ponte Velha, Ponte Romana, Sabores do Pinhal, Santo Amaro, Regional, Pic-Nic, Vilaça e Grelha 2. Para os seus responsáveis, esta é uma iniciativa que dá visibilidade ao trabalho que, anualmente, todos eles desenvolvem em prol da gastronomia, dando a conhecer e provar o que de melhor se faz na Sertã. “Os empresários da restauração acreditam que esta é uma campanha que trará retornos consideráveis, sobretudo porque permite afirmar as potencialidades do concelho”.

Recorde-se que muitos destes empresários estiveram igualmente envolvidos, recentemente, na elaboração e produção do primeiro e único roteiro turístico da região. Trata-se de um roteiro onde é possível tomar contacto com a oferta turística do município da Sertã e de todos os concelhos que estão na sua envolvência. Deste modo, o turista fica com uma ideia clara do que há para visitar e criam-se as condições para estadias mais prolongadas na região.

Maranhos

Iguaria que terá aparecido há mais de duzentos anos, por alturas das Invasões Francesas. A base deste prato é a carne de cabra, um animal cuja criação é muito frequente por todo o concelho da Sertã. Além deste ingrediente, entram na sua confecção o presunto, chouriço, hortelã, arroz, sal e vinho branco. Os Maranhos ganharam fama, sobretudo durante o século XX, e eram um prato habitual nos dias de festa, fosse a família pobre ou rica. Hoje em dia, é possível encontrar esta iguaria diariamente nos restaurantes de toda a região.

Bucho Recheado

O bucho recheado parece ter origem na região do Alentejo, tendo a receita sido trazida para as zonas da Beira Alta e Beira Baixa pelos inúmeros jornaleiros que trabalhavam, naquela região do país, durante a época das colheitas.

Cada região deu ao bucho recheado uma identidade própria. No concelho da Sertã, o consumo desta iguaria foi, durante as primeiras décadas do século XX, um exclusivo da altura do Carnaval, generalizando-se depois a outras festividades ao longo do ano.

À semelhança do que se passou com o maranho, a introdução deste prato na ementa dos restaurantes do concelho conferiu-lhe um maior protagonismo e visibilidade, sendo hoje presença assídua nas mesas dos sertaginenses.

Os ingredientes utilizados na confecção do bucho recheado à moda da Sertã são, além do bucho de porco, o lombo do porco, galinha, presunto, ovos, chouriço magro, pão caseiro e vinho branco.

Concelho da Sertã

O concelho da Sertã está situado no centro de Portugal, com excelentes ligações rodoviárias às cidades de Lisboa e do Porto (a 1h40) e a muitos outros locais como Coimbra, Tomar e Conimbriga (a 45m) e à Batalha, Monsanto ou Fátima (a 1h). Este concelho possui um deslumbrante património natural e histórico, além de uma gastronomia variada. Foi também aqui que nasceram dois grandes vultos da História de Portugal: Nuno Alvares Pereira e o Pe. Manuel Antunes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *