Madeira vai ter ‘Rota do Vinho’

Câmara de Lobos, Calheta, Porto Moniz, São Vicente e Machico são os cinco municípios fundadores da ‘Rota do Vinho Madeira’

A assinatura do protocolo para a criação da Rota foi recentemente assinado entre as cinco autarquias, o IVBAM – Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira e Secretaria do Turismo e Cultura cujo responsável revelou que “o projecto pretende contar com a colaboração de um conjunto mais alargado de outros actores, dos ligados ao vinho aos envolvidos no turismo”.

Eduardo Jesus acrescentou que o protocolo assinado “pode criar as bases para a Madeira ser um território enoturístico”. Juntar a promoção do vinho à promoção turística preenche vários objectivos e reforça um dos vectores em que o executivo aposta: a cultura. “Vinho é cultura e proporciona experiências, que é o que buscam os turistas”, afirmou o governante.

As entidades envolvidas acreditam que a ‘Rota do Vinho Madeira’ poderá criar condições para o desenvolvimento de novos produtos turísticos, defendendo o património cultural e, entre muitas outras vantagens, valorizando a economia.

Em 2015, a Madeira produziu 3,33 milhões de litros de vinho licoroso e 130 mil de vinho de mesa. 80% das exportações são para a União Europeia e, dentro desta, ganham destaque Portugal (13%), França, Reino Unido e Bélgica. Fora da União, os principais cliente são Estados Unidos, Japão, Suíça, Rússia e Canadá.

O Vinho Madeira

Mais de cinco séculos de existência, permitem contar uma história de internacionalização que passa pelas mais diversificadas rotas de exportação, consoante as conjunturas internacionais, em que, a par das exportações para Europa, o grande destaque vai para as rotas com destino às Índias e Américas, entre os sécs XVI e XVIII, que no último caso se mantêm até aos nossos dias. A fama e prestígio deste Vinho, podem ainda ser atestados por inúmeros episódios, entre os quais, a celebração da independência dos Estados Unidos, em 1776, que foi comemorada com um brinde de Vinho Madeira!

Fonte: Diário de Notícias do Funchal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *