O livro de receitas de Salvador Dali

Salvador Dali, aos 6 anos queria ser cozinheiro. Quase aos 60, criou um maravilhoso livro de receitas, agora reeditado.

Nesta cópia fiel do original que data de 1973, são apresentadas pinturas com cortes de carne, fotografias de torres de camarões e, como não podia de ser tratando-se de Dali, imagens consideradas eróticas naquela época.

O pintor, que sempre foi conhecido pelo seu gosto pela comida e por jantares luxuosos na companhia da sua esposa Gala, inclui no livro de título «Les Diners de Gala» 136 receitas divididas em 12 capítulos, que estão separadas por classes de comida e algum surrealismo.

Fiel a si próprio e ao seu estilo Salvador Dali incluiu no livro frases divertidas ou dramáticas e sobretudo provocadoras, relacionadas com a gastronomia como:

“A mandíbula é a nossa melhor ferramenta para compreender o conhecimento filosófico. Nojo é sempre o vigia presente da minha mesa: supervisiona com firmeza as minhas refeições, obrigando-me a escolher a minha comida com cautela”.

Curiosamente um de seus pratos preferidos, que até foge um pouco do estilo surreal que o carateriza, era lagosta e peixes em geral.

Eis uma das receitas incluídas no livro.

Ovos de um milhão de anos

Ingredientes

1 dúzia de ovos
1 1/2 litro de água
5 cravos
3 colheres de açúcar
3 colheres de vinagre
molho tabasco
2 limões cortados em oito pedaços
3/4 de colheres de tomilho
4 saquinhos de chá
2 cebolas
2 dentes de alho

Você certamente sabe que esses ‘ovos de um milhão de anos’, são típicos da gastronomia chinesa. Não pretendemos atingir a perfeição na primeira tentativa, mas basta um pouco de prática para chegar lá.

Primeiramente, ferva os ovos por dez minutos em água salgada;
Tire-os e coloque em água corrente gelada, que facilitará para descascar;
Na mesma água que os ovos foram fervidos, coloque o açúcar, o vinagre, o tabasco, os limões e o tomilho;
Ferva por 15 minutos. Desligue o fogão e mergulhe os saquinhos de chá por dez minutos;
Num jarro, coloque as cebolas e o alho, adicione os ovos sem casca e despeje o caldo preparado até que complete o jarro;
Feche-o e deixe na prateleira mais baixa do seu frigorífico;
Tenha paciência e aguarde três semanas até abrir o jarro e servir os ovos.
A receita combina bem com carnes frias e peixes.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *