«Lagoa Cidade do Vinho 2016» já iniciou programação

A Gala «Lagoa Cidade do Vinho 2016», realizada em finais de fevereiro, assinalou o início da programação que o município algarvio vai levar a cabo durante o corrente ano, na sequência da escolha da sua candidatura por parte da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV).

No evento, foi apresentado o livro de Susana Neves «De Vento em Pipa – Quando o Vinho e o Homem Inventaram Lagoa», numa edição da autarquia, que retrata a história do vinho em Lagoa, com uma sessão de autógrafos da autora.
Foram também entregues os prémios do Concurso de Rótulos para garrafas de vinho – promovido pelo município, que contou com a participação de alunos da Escola Secundária de Lagoa e a Nobel Escola Internacional, num total de cerca de quatro dezenas, galardoados com os prémios entregues pelo Secretário de Estado Luís Medeiros Vieira,

Presidente da Câmara Francisco Martins e Vereador Luís Encarnação.
Nesta noite de festa algarvia foi também apresentado um vídeo promocional das potencialidades turísticas do Concelho e as fotos e biografias dos 31 elementos que compõem a Comissão de Honra que preside a «Lagoa Cidade do Vinho 2016», tendo usado da palavra o seu Presidente, General Rocha Vieira, um munícipe de Lagoa que disse sentir-se muito orgulhoso por tudo quanto estava a ocorrer na sua terra natal.

Ainda que seja reconhecida essencialmente pelas suas praias, Lagoa possui uma ancestral ligação à produção agrícola em geral e à vitivinicultura em particular. Ao longo da última década, tem-se verificado um crescimento do setor vitivinícola na região do Algarve, quer no aumento da quantidade quer em termos da qualidade dos vinhos produzidos.
Tendo em conta os milhões de visitantes que anualmente procuram a região, oriundos praticamente de todo o mundo, o município vê o Algarve como “uma janela de oportunidades” que se abre para a promoção do vinho, numa dimensão não apenas local e regional, mas sobretudo nacional.

Atualmente existem no Algarve 33 produtores de vinho e a produção anual é de aproximadamente 1,2 milhões de litros. O concelho de Lagoa tem quatro grandes produtores e apresenta um volume total na ordem dos 505 mil litros de vinho, entre tintos, brancos, rosé, licorosos e aguardentes.

Projeto Cidade do Vinho nasceu em 2009

Este é um projeto da AMPV, que surgiu em 2009, com Palmela a ser o primeiro município a receber o título de Cidade do Vinho. O projeto foi-se consolidando com sucesso ao longo destes anos, reflexo do empenho e trabalho dos vários municípios detentores deste título, projetando a riqueza e o potencial das regiões vitivinícolas portuguesas enquanto motores sustentáveis do desenvolvimento, quer dentro do território nacional quer além fronteiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *