//Já há palhinhas biodegradáveis

Já há palhinhas biodegradáveis

Proibidas as de plástico dentro de um ano, a Makro Portugal acaba de anunciar a disponibilização de palhinhas biodegradáveis e compostáveis.

Recorde-se que a União Europeia decidiu proibir, a partir de 2021, a utilização de produtos que representam 70% dos detritos que poluem oceanos e praias, como cotonetes, palhinhas e talheres de plástico.

O Governo portugués antecipou-se e a partir de julho de 2020, seis meses antes do prazo exigido por Bruxelas, a venda de palhinhas, pratos, talheres, copos e cotonetes de plástico vai ser proibida em Portugal, com restaurantes, cafés e outros estabelecimentos públicos a ser impedidos de utilizar este tipo de materiais.

Agora, em comunicado, a Makro anuncia:
Este produto foi concebido de forma a ir ao encontro das necessidades dos clientes da insígnia grossista que cada vez mais procuram soluções sustentáveis, que além de serem assumidamente mais amigas do ambiente, são cada vez mais trendy, contribuindo para a diversificação da oferta da empresa.

As palhinhas são comercializadas em embalagens com vários tamanhos e cores.
Recentemente a Makro anunciou a comercialização de vários produtos amigos do ambiente, como talheres ou detergentes de roupa. Agora, junta mais uma referência a esta gama eco friendly, reforçando a sua intenção de disponibilizar aos clientes terem a oportunidade de escolher entre produtos padrão e produtos não prejudiciais para o ambiente.

“Temos trabalhado muito para assegurar que diversificamos a nossa oferta e apresentamos ao mercado produtos diferenciadores e eco friendly. Cada um de nós pode ajudar a fazer a diferença e a Makro, enquanto empresa grossista, pode ter um impacto bastante significativo no sentido de ter presente no seu sortido este tipo de produtos. Estamos a trabalhar para oferecer cada vez mais referências desta natureza e prometemos mais novidades brevemente”, partilha Márcio Sampaio, Head of Dry & Non Food da Makro Portugal.