III Grande Prova Anual dos Vinhos do Vale do Douro

Rui Roboredo Madeira, enólogo com a assinatura «Vinhos do Vale do Douro», apresentou as novidades da marca na sua III Grande Prova Anual, onde a evolução do seu estilo de vinhos é evidente.

O destaque vai para a segunda edição do seu topo de gama, o “By Rui Roboredo Madeira”, a colecção de vinhos que o enólogo acredita que reflectem a excelência dos vinhos do Vale do Douro. Além disso, foi apresentada a actualização da imagem do Castello d’Alba e os dois novos vinhos biológicos da Beira Interior – Beyra Biológico branco 2015 e o novo Beyra Biológico tinto 2015.

De acordo com o comunicado da empresa, a gama de vinhos com a assinatura ‘Rui Roboredo Madeira’ apresentada ao mercado é um reflexo cada vez mais apurado do respeito pela natureza e pelo “terroir”, sendo sinónimo disso a aposta cada mais vez maior no biológico e em técnicas clássicas de vinificação, como a fermentação em cubas de cimento.

O portfólio global da marca é um espelho da abordagem inovadora do enólogo, que continua a sua procura em lançar vinhos com um posicionamento inovador, cujo projecto ‘Beyra – Vinho de Altitude’ é o mais recente exemplo.

“Com a experiência e o entendimento dos diversos “terroir’s” do Vale do Douro, procuro a cada momento mostrar que é possível fazer diferente e melhorar. Estes vinhos reflectem bem a riqueza da nossa região, com estilos únicos e diferenciadores, que claramente têm a capacidade de definir novas tendências”, sublinhou o enólogo.

A atenção e o respeito à relação qualidade-preço tem sido o denominador comum cada vez mais reconhecido pela crítica e consumidores, que este ano deram um especial destaque aos vinhos da Beira Interior, uma região quase desconhecida no panorama dos vinhos portugueses até há bem pouco tempo, que vai saindo do anonimato, tendo Rui Roboredo Madeira contribuído para isso com o lançamento dos ‘Vinhos de Altitude’ sob a marca ‘Beyra’.

“O nosso objectivo sempre foi fazer dos melhores vinhos da Beira Interior. Acredito no enorme potencial desta região, onde fomos dos pioneiros a investir e a construir uma imagem de vinhos diferenciadores reflectindo o “terroir”. Tenho a plena noção que já afirmámos a marca no segmento médio e estamos agora a trabalhar para um posicionamento superior. Os nossos vinhos permitem uma perfeita experiência sensorial, ao nível de prova, mas num patamar em que o consumidor tem vontade e capacidade para os comprar”, refere o enólogo.

Sobre o enólogo Rui Roboredo Madeira

Considerado pela revista WineSpectator como “um dos enólogos que está a marcar o ritmo para a crescente qualidade dos vinhos portugueses”, Rui Roboredo Madeira alcançou para Portugal alguns dos mais disputados prémios internacionais do mundo dos vinhos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *