//Fundação Starbucks apoia a ‘liderança feminina’

Fundação Starbucks apoia a ‘liderança feminina’

Objetivo é apoiar a liderança de 250 mil mulheres nas suas comunidades de origem até 2025.

A 8 de março de 2018, Dia Internacional da Mulher, a Fundação Starbucks anunciou um novo objetivo de apoiar a liderança de 250 mil mulheres nas suas comunidades de origem até 2025. Este anúncio vem na sequência de uma longa história de investimentos nas comunidades produtoras de café, chá e cacau, reconhecendo que o investimento em mulheres e raparigas tem um grande impacto nas famílias e nas comunidades como um todo. Para atingir esse objetivo, a Fundação Starbucks está a apoiar programas centrados na liderança das mulheres e no acesso a financiamento e lares saudáveis. Estes projetos visam quebrar as barreiras à educação, promover o acesso a água potável e saneamento (WASH) e criar oportunidades económicas para mulheres, jovens e meninas.

Desde 2018, a Fundação Starbucks atribuiu 11 subsídios num total de cerca de 3 milhões e meio de dólares a organizações que trabalham com as comunidades produtoras de café e chá na África, Ásia e América Latina.
Alguns exemplos de destinatários e projetos:
– Malala Fund – projeto que irá abranger raparigas que estão fora do sistema educativo, dar formação a raparigas para que se tornem defensoras da educação e colaborar com as plantações de chá para melhorar os resultados escolares de 3200 raparigas de Assam, na Índia.
– Instituto del Café de Costa Rica (2018-2019) Para apoiar espaços seguros para acolher os filhos de apanhadores de café migrantes durante o dia, com jogos e ferramentas educativos que promovam a melhoria da higiene e do bem-estar em Casas de la Alegria.
– Barefoot College (Índia, 2018-2021) Para promover a liderança e o bem-estar económicos das mulheres das comunidade produtoras de chá da Índia, particularmente junto de trabalhadores sazonais.
– Lutheran World Relief (Indonésia, 2018-2021) Para apoiar programas de saúde e higiene comunitários liderados por mulheres para 2100 agregados familiares das aldeias produtoras de café da Indonésia
– Days for Girls International (Ruanda, 2018-2019) Para fomentar a liderança e o potencial de geração de rendimento de agricultoras do Ruanda, garantindo o acesso a pensos menstruais laváveis, oportunidades empresariais e formação para a educação em saúde comunitária.
– Send a Cow (Ruanda, 2018-2021) Para capacitar 15.400 membros de comunidades produtoras de café do Ruanda com conhecimentos e competências para viver da agricultura de forma saudável e sustentável. O projeto irá melhorar a produção agrícola, o acesso a água, saneamento e higiene doméstica, bem como apoiar a capacitação social e económica, gerando agregados familiares mais saudáveis.