Fevereiro é o «Mês das Migas» em Mora

A 4ª edição do Mês das Migas decorre em Fevereiro, em 11 restaurantes do concelho de Mora, onde este prato alentejano se apresenta nos mais diferentes sabores e ‘feitios’.

A autarquia morense, que organiza o certame, aposta na projecção do concelho e antevê que o número de doses de migas a servir possa vir a ultrapassar as cinco mil.

Migas de espargos, migas de batata, migas gatas, migas de coentros, migas de ovas, migas de tomate, migas de couve-flor, migas de enchidos… na base está, como não poderia deixar de ser, o pão alentejano.

As receitas são de base tradicional e passam de geração em geração. O que era em tempos a refeição base do típico trabalhador rural é hoje um dos ex-libris da gastronomia alentejana. Uma receita de migas conta a história da sua existência, desde o preparar dos ingredientes, passando pela confecção, até ao servir no prato.

O Mês das Migas, iniciativa da responsabilidade da Câmara Municipal de Mora, chega agora à sua 4ª edição e envolve na sua realização a maioria dos restaurantes de Brotas, Cabeção, Pavia e Mora. Apesar de serem pratos habitualmente constantes nos cardápios dos restaurantes participantes, no decorrer do Mês das Migas a oferta é adaptada ao evento, existindo em cada um deles mais variedades destas iguarias que fazem as delícias de quem não desperdiça uma oportunidade para as degustar.

Participam no festival os restaurantes de Brotas, “O Poço”; de Cabeção, “A Palmeira”, “Os Arcos”, “O Fluviário” e o “Solar da Vila”; da freguesia de Mora, o “Afonso”, “Morense”, “Quinta do Espanhol”, “O António” e “Solar dos Lilases”; de Pavia “O Forno”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *