Excesso de sal no grupo dos cereais

Uma investigação efetuada no Porto e em Braga concluiu que quase metade do sal consumido pelos adolescentes vem do grupo alimentar dos cereais e derivados.

Para obter este resultado, os investigadores da Faculdade de Ciências da Nutrição da Universidade de Porto analisaram, durante 2015, o teor de sódio na urina de adolescentes e inquiriram-nos sobre os consumos alimentares das últimas 24 horas.

O trabalho permitiu concluir que 41% do sal consumido vinha do grupo alimentar dos cereais, onde o pão “continua a ser um forte contribuidor”, como disse à agência Lusa a investigadora Carla Gonçalves.

Algumas destas conclusões foram transmitidas pela equipa portuguesa na reunião do grupo para a redução do consumo de sal da Região Europeia da Organização Mundial da Saúde (OMS) que decorreu recentemente em Lisboa.

No estudo sobre o consumo de sal em adolescentes conclui-se que no segundo lugar estão os produtos de carne e derivados, contribuindo em 16% para o total de sal ingerido. Segue-se o leite e derivados (11%) e os molhos e sopas (também com 11%).

No caso da sopa, Carla Gonçalves lembra que se trata de um prato muito rico em termos nutricionais que acaba por ficar prejudicado pelo excesso de sal que lhe é adicionado.

Recorde-se que de acordo com dados apresentados pela Direção-geral da Saúde (DGS), mais de 70% das crianças portuguesas, de oito e nove anos, e mais de 80% dos adolescentes, dos 13 aos 17 anos, consomem sal acima dos valores recomendados.

O relatório “Portugal – Alimentação Saudável em Números 2015” mostra que, na faixa etária dos sete aos oito anos, 74% dos meninos e 70% das meninas têm um consumo de sal inadequado. Dos 13 aos 17 anos, o nível de consumo excessivo de sal aumenta para 84%, nos rapazes, e para 72%, nas raparigas.

Em Portugal, a DGS está a trabalhar com a indústria e com a restauração de forma a reduzir 4% ao ano o sal que é oferecido nos produtos alimentares.

Fonte: JN

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *