Essência do Vinho celebra 25 anos

De 22 a 25 de fevereiro, a principal experiência do vinho em Portugal vai atrair milhares de wine lovers ao Palácio da Bolsa.

A principal experiência do vinho em Portugal regressa ao Palácio da Bolsa já na próxima semana. ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO assinala 15 anos com um programa de excelência, proporcionando uma memorável viagem pelo mundo do vinho. Durante quatro dias intensos, apresentam-se cerca de 3.000 vinhos em prova livre, de 400 produtores, nacionais
e internacionais. O alinhamento de atividades paralelas dá destaque a referências raras e exclusivas, rótulos de valor inestimável, e chefes de cozinha com estrela Michelin.

No local e nos dias de realização do evento, a entrada terá o custo de 25€.

Grandes nomes de Portugal…

ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO destaca os grandes protagonistas do panorama do vinho português. No primeiro dia de evento, celebra-se a história da Quinta do Monte d’Oiro, cujo ADN de rigor, universalidade, paixão e alegria tem vários capítulos da história do vinho em Portugal. Na sexta-feira, dia 23 de fevereiro, comprova-se a singularidade do mais famoso vinho fortificado do mundo. Os rótulos Ramos Pinto White 1884, Taylor’s Single Harvest 1968, Graham’s Colheita 1963, Andresen Colheita 1910, Barão de Vilar Colheita 1950, São Leonardo Very Old White 90 Anos, Quinta das Lamelas 4 Gerações White 60 Anos, Kopke Colheita 1941, Niepoort Garrafeira 1977 e Gran Cruz 130 Anniversary Edition Very Old reúnem-se na prova “Vinhos do Porto de Sonho”. E, em época de conquistas nacionais no que ao desporto diz respeito, alia-se vinho e futebol, num desafio vencedor. “Os Mundiais de Futebol… E a nossa Seleção de Fortificados” junta exemplares de vinhos fortificados marcantes, de anos que ficarão para sempre memorizados nos adeptos do desporto rei: Kopke Colheita Porto 1938, Kopke Colheita Porto 1958, José Maria da Fonseca Moscatel de Setúbal Superior 1966, Niepoort Vintage Porto 1970, Graham’s Single Harvest Porto 1982, J.M.S. Moscatel de Setúbal Superior 1998, Barbeito Malvasia Madeira 2002 e Dow’s Senhora da Ribeira Vintage Porto 2010.

Esta prova acontece a pretexto do 21º Campeonato do Mundo de Futebol, que se realiza na Rússia, este verão. A sexta-feira apresenta ainda uma prova irresistível que junta “7 Chocolates, 7 Vinhos, 7 Sommeliers”. Nuno Jorge, sommelier que alavancou o projeto Cacao di Vine, convida sete outros companheiros de profissão (Gabriela Marques, António Lopes, João Chambel, Manuel Moreira, Nélson Guerreiro, Rodolfo Tristão e Sérgio Marques) para o momento… que promete! No dia 24 de fevereiro, sábado, será possível partir “À Descoberta dos Vinhos dos Açores”, com exemplares dos seguintes produtores: Adega Cooperativa do Pico, Azores Wine Company, Curral Atlantis, Czar e Muros de Magma. E uma das mais icónicas e internacionalizadas aguardentes portuguesas experiencia-se na prova “Adega Velha: Uma História Que Se Escreve Lentamente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *