//Escola de pastores para garantir queijo

Escola de pastores para garantir queijo

Contribuir para o reforço e rejuvenescimento da atividade de pastorícia é o principal objetivo.

A Escola de Pastores, que tem data de Início marcada para 23 de setembro próximo já tem cerca de 60 candidatos inscritos, para um curso que tem a duração de 4 meses, abrangendo um número total de 560 horas de formação prevendo-se o seu término em janeiro de 2020.

Esta é uma iniciativa pioneira em Portugal, integrada no projeto ‘Programa de Valorização da Fileira dos queijos da Região Centro’, liderado pela Inovcluster – Associação do Cluster Agro-industrial do Centro e envolve um consórcio alargado de 14 entidades de base regional. No consórcio estão inseridos os Institutos Superiores Politécnicos de Castelo Branco e Viseu, entidades coordenadoras desta atividade.

As aulas realizam-se nas Escolas Superiores Agrárias de Castelo Branco e Viseu e em explorações agro-pecuárias dos concelhos de Castelo Branco, Fundão, Penela, Oliveira do Hospital, Gouveia e Viseu podendo também vir a contemplar outros concelhos. Quem frequentar a Escola de Pastores com sucesso, no final, tem a oportunidade de se candidatar ao “Vale Pastor”, um prémio monetário no valor de 5000 euros.

A Escola de Pastores pretende cativar empreendedores que queiram dedicar-se à atividade da Pastorícia, cujo objetivo principal é contribuir para o reforço e rejuvenescimento da atividade.

Especificamente, abrangidas por esta iniciativa estão: a Denominação de Origem Protegida da Serra da Estrela, a Denominação de Origem Protegida da Beira Baixa e a Denominação de Origem Protegida da Rabaçal.

Para esclarecimentos contactar a Inovcluster através do telefone: 272 349 100 ou via electrónica: geral@inovcluster.pt