Ervideira lança mais 20.000 garrafas no o Alqueva

O tinto da gama ‘Vinho da Água’ já está submerso. Segue-se o CONDE D’ERVIDEIRA Branco da colheita de 2017.

No seguimento do sucesso que tem sido a gama Vinho da Água, a Ervideira colocou no passado dia 5 de abril mais 20.000 garrafas de vinho CONDE D’ERVIDEIRA Tinto 2016 e Espumante nas profundezas do Alqueva. Assim como irão ser ainda submersas garrafas de CONDE D’ERVIDEIRA Branco da colheita de 2017. Recordamos que os primeiros testes de estágio destas duas referências (Espumante e Branco) foram iniciados em 2016 com resultados em 2017, sendo que o Vinho da Água Branco esgotou mal entrou no mercado, comprovando o sucesso da aposta da empresa em mais esta inovação.

“A comercialização dos nossos vinhos estagiados debaixo de água tem sido um sucesso, o que se deve à unicidade e qualidade destas referências. De facto, não existe outro produtor a nível mundial a estagiar este número de garrafas em profundidade. Esperamos, por isso, este ano de 2018 vir a atingir um total de 50.000 garrafas a estagiar em simultâneo na Amieira Marina”, revela Duarte Leal da Costa, indicando mesmo as coordenadas geográficas da sua localização: 38º 10’ 33’’N; 7º 31’ 52’’W.

Dos testes realizados no ano passado, o Vinho da Água Espumante encontra-se ainda em fase de estágio debaixo de água, só vindo a emergir em junho deste ano, o que lhe confere um carácter único de espumante fermentado sob a pressão da água. Já o Vinho da Água Branco foi lançado no mercado em dezembro do ano passado, tendo esgotado em poucos meses. “Na prática estamos a estagiar os vinhos 8 meses em profundidade, mas estamos a fazer outros testes com cerca de 1.200 garrafas que se encontram submersas há mais de dois anos. E se o Conde D’Ervideira está em estágio debaixo de Água, já o Vinha D’Ervideira anda a voar, a bordo dos aviões da TAP, na classe executiva, sobrando poucas garrafas em terra!”, acrescentou entusiasticamente Duarte Leal da Costa.

O Vinho da Água da Ervideira nasceu sob o conceito de um vinho cujo estágio é feito de forma muito particular: total ausência de luz, sem variações de temperatura e sob uma pressão permanente de 4 bares, independentemente da época do ano.

A referência Conde D’Ervideira Vinho da Água Tinto está já em mercados como a Bélgica, Luxemburgo, Alemanha, Suíça, Holanda, Brasil, China, entre outros. A empresa espera agora a mesma aceitação para estes dois novos produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *