//‘Enfrascados’ de Portalegre

‘Enfrascados’ de Portalegre

Perdiz e Fraca de escabeche, Pezinhos de Coentrada, Galinha sacaninha, Coelho em Molho de Vilão, Salada de Pato assado com Laranja…

No período em que os restaurantes estiveram encerrados foram enviados do restaurante Tombalobos em Portalegre para todo o país (e não só), muitas centenas de enfrascados que são “receitas tradicionais colocadas em frascos e conservadas em estilo escabeche com vinagres da Paladin”, conta José Júlio Vintém, acrescentando que o que carateriza este produto é “o seu paladar forte e sem desrespeitar o produto, pois a perdiz sabe a perdiz e o coelho sabe a coelho. Aqui não há ‘e’s nem truques” sublinha o Chefe, referindo-se à ausência de aditivos conservantes. Ainda assim, “estamos a dar com confiança a validade de 6 meses, mas temos análises feitas a produtos que guardámos para teste durante 5 anos e estão em boas condições”, afirma.

Maioritariamente inspirados na gastronomia alentejana, os enfrascados ‘nasceram’ em 2005 para que os clientes pudessem “levar o Tombalobos para casa”.
Atualmente podem ser enviados para qualquer destino frascos com 200 gramas de: Perdiz de escabeche (15€); Coelho em Molho de Vilão (8€); Salada de Pato assado com Laranja (8€); Fraca de escabeche (10€); Orelha de Porco Grelhada (7.5€); Pezinhos de Coentrada (7.5€);
Galinha Sacaninha (8€) e Chispe Moreno (8€).

Restaurante Tombalobos
Os enfrascados ‘matam’ a saudade de uns e aguçam a vontade de outros em conhecer este afamado restaurante e só para aguçar o apetite refiram-se pratos como: Barriga de porco assado com migas de farinheira, Açorda de fraca no forno, Cachaço de bacalhau no forno com batatas a murro, Peito de galo recheado com farinheira. De entre a extensa lista de entradas o destaque vai para as Pétalas de toucinho, consideradas um tidas com um dos clássicos do Chefe José Júlio Vintém, a quem colocámos algumas questões:

Como define a sua cozinha? (Regional, Tradicional, Moderna)
A minha cozinha é a cozinha José Júlio Vintém, é uma cozinha de sabor, moderna com base tradicional.

Quais são os pratos de referência no Tombalobos?
Pétalas de toucinho, favas com enchidos e morangos, perdiz de escabeche, orelha de porco, focinho de porco grelhado, e o mais que dependa da inspiração e dos produtos que aparecem.

O Tombalobos é hoje uma referência na gastronomia portuguesa em todo o país. A localização em Portalegre é uma desvantagem?
Portalegre é uma cidade lindíssima e uma das mais ricas em produtos devido à sua localização geográfica. De um lado temos o Tejo do outro o Guadiana, temos a Serra de S. Mamede como berço de uma enorme variedade de produtos, tanta que somos quem tem mais produtos certificados DOP, DO, IGP. É, por tudo isto, uma grande vantagem estar em Portalegre.

O restaurante está localizado na zona histórica da cidade
Sim, efetivamente o Tombalobos está num sitio lindo que é só por si um ponto de interesse histórico e cultural e num edifício remodelado há 2 anos de que conseguimos manter toda a traça original.

Há novidades para a reabertura?
Estamos a remodelar o restaurante para que possamos ter uma pequena mercearia com produtos da região na entrada. Vamos passar a ter também uma loja online, para vendermos não só os enfrascados como outros produtos da região.

Pode encomendar os enfrascados, cujo envio até 12 unidades tem um custo de 5€, através do endereço eletrónico:
enfrascadostombalobos@gmail.com

Ou vá à página do facebook – https://www.facebook.com/Tombalobos.Restaurante.Alentejano/?ref=br_rs