Douro robusto veste subtileza francesa

Encontro entre o Douro e Bordéus, o Poças Reserva tinto 2014 apresenta a concentração e estrutura típica do Douro e a subtileza francesa, na linha dos topos de gama de perfil mais elegante, com capacidade de guarda e boa expressividade.

Este primeiro vinho da consultoria com Hubert de Boüard faz parte do conjunto de tintos da Poças agora lançados, entre os quais o Coroa D’ Ouro e o Vale de Cavalos de 2014.

Quando duas escolas de grande tradição na produção de vinhos partilham conhecimento, a soma de qualidades é o horizonte. É este o contexto da parceria entre as equipas de enologia da Poças Júnior e de Hubert de Boüard, proprietário e enólogo do Château Angélus de St. Émillion, em Bordéus. O trabalho conjunto para os vinhos DOC Douro topo de gama da Poças iniciou em 2014, apresentando-se agora o primeiro vinho desta consultoria, o Poças Reserva tinto 2014. Não há uma revolução na nova edição que agora chega ao mercado, trata-se antes de procurar uma visão mais alargada de fazer vinho e encontrar os pormenores que desenham a diferença. Os protocolos de vinificação mantiveram-se, explica o enólogo principal da Poças, Jorge Pintão, mas houve sugestões pontuais que foram implementadas: “A equipa de Boüard tem uma grande experiência no uso dos cascos de madeira e deste modo alargamos as nossas possibilidades de escolha”. No Poças Reserva 2014, encontramos a concentração e estrutura típicas do Douro e a subtileza e delicadeza francesa, na linha de topos de gama durienses de perfil mais elegante, capacidade de guarda e boa expressividade.

Numa perspetiva mais abrangente, a consultoria é também resposta a questões de posicionamento da Poças no mercado internacional, acrescenta Pedro Poças Pintão, diretor comercial da empresa: “Se estamos no mercado internacional dos vinhos, é importante ter uma equipa diversificada e integrar pessoas que também têm uma visão alargada do setor. Ter uma consultoria com uma equipa que nos parece muito boa é uma forma de trocar ideias e de nos ajudar a debater e a escolher entre as várias formas de fazer as coisas”.

Vinhos em apresentação

Estruturados, elegantes e expressivos, os vinhos Poças da vindima de 2014 refletem o bom ano vitícola nesta região portuguesa de prestígio internacional, pontuado por uma excelente maturação da casta Touriga Franca, muito comum no Douro e presente nos tintos da Poças.

Poças Reserva Tinto 2014

Produzido com uvas provenientes da Quinta de Santa Bárbara, na sub-região do Cima Corgo. Esta propriedade, situada numa zona de excelência para produção de Vinho do Porto, possui uma parcela de vinhas velhas que cedo se revelou talhada para a produção de vinhos tintos de qualidade superior. Daqui são provenientes grande parte das uvas para este vinho, dando-lhe a complexidade e concentração desejadas, conjugadas, ainda, com a elegância e frescura proporcionada pela Touriga Nacional, originária da Quinta Vale de Cavalos, no Douro Superior. Este lote de 2014 estagiou durante 12 meses em barricas novas de carvalho francês e seis meses em garrafa. O resultado é um vinho de elevada concentração e intensidade aromática, mas que preserva muito bem a frescura e apresenta uma acidez bem integrada. Sobressaem notas de fruta preta, especiarias e a elegância floral da Touriga Nacional.

Coroa d’Ouro Tinto 2014
Produzido a partir de castas tradicionais da região do Douro (Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca).

Vale de Cavalos Tinto 2014
Produzido com predominância de Touriga Nacional, 50% do lote deste vinho foi estagiado durante oito meses em barricas de carvalho Francês.

Poças LBV 2011
Late Bottle Vintage com castas predominantes Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Tinto Cão.

Informação da empresa

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *