Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa

A 29 de maio a cidade de Aveiro será a capital da gastronomia de Portugal

A gastronomia portuguesa tem, pela primeira vez, um dia oficialmente reconhecido que resulta da vontade de diversas entidades, das quais se destaca a Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas como «motor» da resolução da Assembleia da República. Aveiro será a primeira cidade anfitriã desta grande festa que foi recentemente apresentada na estação de Sta. Apolónia, em Lisboa, numa emblemática relação com as linhas que percorrem o nosso país também elas nacionais, como a gastronomia.

A data assinala-se pela primeira vez este ano depois de, em 2015, ter sido aprovado por unanimidade na Assembleia da República o projeto de resolução que institui o último domingo de maio de cada ano como Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa. O prato forte das comemorações deste dia é composto por uma selecção dos melhores produtos nacionais, demonstrações de cozinha onde as confrarias trabalham com novos Chefs e escolas de hotelaria, harmonizações e diversos momentos de animação. Destaque para uma exposição única onde produtos da nossa gastronomia mostram que podem ser arte. Criativos trabalham produtos alimentares que resultam numa exposição que no final do dia é degustada por todos. No mesmo dia nasce um conto, escrito por 4 nomes da nossa literatura, durante as 24 horas do 1º dia da Gastronomia Portuguesa. É o primeiro de muitos outros que vão marcar os próximos anos.

No mercado Manuel Firmino em Aveiro realiza-se uma mostra/venda de produtos portugueses, alguns deles certificados com o selo do «Portugal Sou Eu» e os outros que integram o Clube de Produtores da Sonae. No mesmo local realizam-se demonstrações culinárias a cargo dos Chefs Hélio Loureiro e Luís Lavrador, com um percurso ligado à nossa selecção nacional de futebol e novas interpretações pelas Escolas de Hotelaria, que imprimem modernidade às receitas mais tradicionais, reinventando os pratos típicos propostos pelas confrarias.

Uma instalação com alimentos que, no final, podem ser degustados, uma zona de piqueniques, com oferta de toalhas alusivas ao dia e a gastronomia como mote de inspiração para que 4 escritores escrevam, em conjunto e ao longo do dia, um conto.

E porque tratamos de uma festa da gastronomia não podíamos deixar de associar a ela os restaurantes um pouco por todo o país. Assim, ao longo de toda a semana que antecede o evento, dezenas de restaurantes disponibilizam aos seus clientes um prato da gastronomia portuguesa com um desconto de 50%.

Também as lojas da cidade de Aveiro são desafiadas a decorar as suas montras com pormenores alusivos à gastronomia nacional.

O Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa é uma ação promovida conjuntamente pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas e pela AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, com o apoio do Turismo do Centro de Portugal e da Câmara Municipal de Aveiro, à qual se juntam diversas instituições públicas e privadas, fazendo sobressair a importância da gastronomia nacional.

Um selo e um carimbo oficial do Dia da Gastronomia serão lançados pelos CTT, a TAP apresentará, a 29 de maio, uma refeição alusiva à efeméride, desenvolvida pelo Chef Vítor Sobral, a CP promoverá uma viagem especial, e uma série de outras entidades associam-se com ações relacionadas, aumentando a relevância do dia e a importância da gastronomia portuguesa.

A organização do Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa pretende comemorar efusivamente cada último domingo de maio, cada ano numa cidade e região diferente, mostrando a transversalidade da nossa gastronomia.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *