Comer para controlar a Diabetes

Para além de uma centena de receitas, este livro inclui respostas a muitas das perguntas do diabético.

A notícia de que temos diabetes vem acompanhada de um mar de dúvidas e inquietações sobre a alimentação. O que posso comer agora? Que quantidade de pão e batatas devo consumir? Há vegetais melhores que outros? Tenho de riscar as sobremesas da minha vida?

Ter diabetes não significa estar condenado a uma dieta monótona e insípida. Joana Ramos Oliveira, dietista responsável pelos cursos de cozinha da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal, apresenta-nos neste livro cerca de 100 receitas deliciosas e surpreendentes que são benéficas para quem tem esta doença e, ao mesmo tempo, recomendáveis para toda a família. Peru de Mostarda com Castanha, Creme de Feijão Branco e Tomate Seco, Bolo de Noz com Aroma a Baunilha, Bolachas de Amêndoa e Mirtilo, Granola de Coco ou Panquecas de Aveia são algumas das sugestões originais, simples e fáceis de cozinhar que pode encontrar ao longo destas páginas cheias de cor, imaginação e, acima de tudo, rigor. Cada receita é acompanhada por uma descrição do valor nutricional e a indicação da porção de hidratos de carbono para que possa conjugar receitas e criar o seu próprio menu diário sem que os níveis de açúcar no sangue desçam ou subam para valores prejudiciais à sua saúde.

Joana Ramos Oliveira

10-1Dietista, licenciada em Dietética pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa, frequentou o Programa Geral de Gestão da Católica Lisbon School of Business & Economics. Desde 2009 que exerce funções de coordenação de projeto na área da prevenção e rastreio da Diabetes na Fundação Ernesto Roma, instituição ligada à luta contra a diabetes. Realizou os vários cursos para profissionais de saúde da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), onde atualmente colabora como formadora. Coordena os cursos de cozinha saudável da APDP desde 2013, com a preocupação que estes sejam momentos educativos informais onde pessoas com e sem diabetes possam partilhar as suas dúvidas e experiências. Com extenso currículo na área formativa, é responsável pela formação e conteúdos dos cursos de Prevenção e Controlo da Diabetes e Gestão Alimentar, bem como pela organização das iniciativas de promoção da saúde, atividades de rastreio e ações de sensibilização e esclarecimento. Neste momento, integra a equipa do projeto Não à Diabetes! Um Desafio Gulbenkian, que pretende evitar 50 mil novos casos de diabetes nos próximos cinco anos.

A Diabetes em Portugal

02_belezaEm 2014, o relatório de Saúde da OCDE apontou Portugal como o país da Europa com a mais alta taxa de prevalência de Diabetes. Estima-se que a Diabetes afete 13% da população portuguesa entre os 20 e os 79 anos de idade. Isto significa que mais de 1 milhão de portugueses tem Diabetes, dos quais pouco menos de metade desconhece ter a doença, que progride de forma silenciosa. Adicionalmente, existem mais de 2 milhões de portugueses com hiperglicemia intermédia, também conhecida por “pré-diabetes”. A evolução da doença está associada ao risco de várias complicações crónicas: amputações, cegueira, alterações da sensibilidade e mobilidade decorrentes de neuropatia, doença renal crónica com necessidade de hemodiálise, AVC e enfarte de miocárdio, entre outras.

A diabetes tipo 2, a mais prevalente e a que mais tem aumentado, pode ser prevenida ou, pelo menos, o seu aparecimento pode ser atrasado de modo significativo. Esse objetivo pode ser alcançado através de mudanças do estilo de vida: manter-se fisicamente ativo, adotar uma alimentação que seja saudável, parar hábitos tabágicos.

P.V.P: 18,90 €
Editora: A Esfera dos Livros

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *