Cientistas descobriram um sexto gosto associado aos carboidratos

Primeiro era salgado, doce, amargo e azedo. Depois apareceu o umami. Starch é o nome que deram ao novo gosto.

A dificuldade em resistir aos carboidratos parece ter uma explicação: o gosto. Parece óbvio, mas não é, como provaram recentemente cientistas da Universidade do Estado de Oregon (EUA) quando encontraram uma explicação.

5-1Por muito tempo se acreditou que os únicos sabores primários eram: salgado, doce, amargo e azedo. Mas há sete anos, o umami, apelidado de “gosto gostoso” e geralmente associado ao glutamato monossódico (presente naturalmente em alimentos como tomate e queijo, e também adicionado como tempero em comidas industrializadas), entrou para a lista. Agora, os pesquisadores descobriram que o nosso paladar consegue detetar os carboidratos presentes em comidas como pão, batata, arroz e massa e que esse sabor é tão único que pode ser considerado um gosto – o sexto.

A cientista responsável pela descoberta, Juyun Lim, afirma que a ideia em que até então se acreditava, de que não distinguimos o gosto do carboidrato é um pouco estranha. “Cada povo tem sua fonte principal de carboidrato pelo que, pensar que não conseguimos sentir o gosto do que comemos, não faz sentido”.

Com estes novos estudos conclui-se que o gosto dos carboidratos é mais independente do que os pesquisadores achavam. A equipa da Dra Lim deu aos participantes no estudo um composto para bloquear os receptores de açúcar e a amilase (uma enzima que digere o amido dos alimentos e os transforma em açúcares simples) e, mesmo assim, os participantes identificaram o tal do gosto de farinha. Essa etapa do estudo prova que nós sentimos o carboidrato antes mesmo dele ser transformado em açúcar.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *