//Cerveja «envelhecida» em barricas de Malvasia

Cerveja «envelhecida» em barricas de Malvasia

Lançada a cerveja madeirense que homenageia o Duque que escolheu morrer por afogamento em barricas de vinho Madeira de casta Malvasia.

Foi apresentada em simultâneo na Madeira e no Porto a ‘Jorge Plantageneta’, uma cerveja artesanal especial, com direito a «estagiar» barricas de vinho da casta Malvasia.

A empresa Oitava Colina decidiu, com esta cerveja, fazer uma homenagem ao Duque de Clarence que, na peça Ricardo III de Shakespeare, é condenado à morte por conspirar contra o seu irmão, o Rei Eduardo IV de Inglaterra, escolhendo a morte por afogamento em barricas de vinho Madeira da casta Malvasia.

Envolvidas neste projeto estiveram a Vilhoa Craft Beer Dealers, a Justino’s Madeira Wines que facultou as barricas de Malvasia, e a Oitava Colina que desenvolveu a receita. Um Barley Wine, cerveja com 11,5% abv que envelheceu 3 meses nas barricas de Madeira e mais 3 meses em garrafa, estando agora no ponto certo para o provarem.

A Jorge Plantageneta é descrita como uma cerveja reconfortante, complexa, para bebericar calmamente, quem sabe no inverno, com a lareira ou partilhar com amigos. A beber com calma e com mente aberta.

Com cor avermelhada, boa fruta, que faz lembrar um licor, mas depois perde o doce e transforma-se numa nota amarga, a nova cerveja da Oitava Colina conseguiu tirar o sabor da barrica, da mistura do vinho e resultou numa cerveja fresca, frutada e com corpo. Com 11,5% abv, Jorge Plantageneta envelheceu três meses nas barricas de Madeira e mais três meses em garrafa, estando agora no ponto certo para o provarem.

Fonte: Dnoticias.pt