Cereja este ano está a «amargar»

Estão a «amargar» os produtores e vão sentir o mesmo os consumidores, porque serão poucas e, muito provavelmente, mais caras.

Nesta altura já as mais precoces deveriam estar a ser comercializadas. Mas a chuva e o vento atrasaram e estragaram a cereja, havendo variedades em que a perda é total.

Na famosa região de Resende, a norte do distrito de Viseu, as quebras deverão andar nos 60%. Se as condições climatéricas afastarem a chuva, a qualidade será boa, mas a quantidade muito menor.
Nesta altura, mais a sul, também o fruto mais famoso do Fundão já devia estar a ser enviado um pouco para todo o país, mas tal ainda não aconteceu. Aqui algumas variedades perderam-se totalmente e outras, poderão chegar aos 80% de quebra.

Mas elas vão chegar, embora previsivelmente a preços mais elevados do que no ano passado.

Conheça melhor este fruto

Conheça este fruto originário da Ásia, os seus benefícios para a saúde, o chá feito com os caules e o aproveitamento dos caroços para almofadas térmicas.

A cereja é o fruto da cerejeira, uma árvore originária do Sudoeste da Ásia, associada ao samurai cuja vida era tão efémera quanto a da flor que se desprendia da árvore. A flor da cerejeira é considerada das mais belas e, na Índia, é mesmo considerada sagrada.

Em Portugal, as amendoeiras em flor constituem um atrativo turístico.

À cereja, muitas vezes associada à sensualidade pelo seu vermelho intenso e maduro, são atribuídos muitos benefícios para a saúde por conterem proteínas, cálcio, ferro e vitaminas A, B, e C. Quando consumida ao natural, tem propriedades refrescantes, diuréticas e laxativas e apresenta uma quantidade quase insignificante de calorias.

Consumida em excesso pode provocar problemas estomacais devido à riqueza em taninos.

A quantidade de cerejas recomendada por nutricionistas para o consumo diário é de 50 gramas, que equivale a mais ou menos 10 cerejas por dia.

O ideal é consumir a cereja fresca, pois quando cozinhadas podem perder parte das suas propriedades. Conservar no frigorífico é importante para que a vitamina C presente nela não se perca, e preste atenção ao pé antes de consumir. Se estiver verde, é sinal de que a fruta está fresca.

Na zona da Cova da Beira (Covilhã, Fundão…) ainda se fazem, embora cada vez menos, sobremesas regionais como cerejas com arroz, cerejas com batata doce assada no forno e cerejas com castanhas cozidas, ou cristalizadas.

Na medicina popular, para além do licor de cereja usado como digestivo, também se faz ainda hoje infusão de pedúnculos (pés) para combater as artrites, gota, obesidade e alterações do sistema urinário.

No Fundão realiza-se durante o mês de Junho a Festa da Cereja e o Festival Gastronómico «Fundão aqui come-se bem», onde anualmente se apresentam confeções culinárias à base de cereja. Para além da cereja da Cova Beira (vulgo cereja do Fundão), são igualmente muito conhecidas as cerejas de Resende (que se auto intitula «Capital da Cereja») no Vale do Douro, onde se realiza o Festival da Cereja nos dias 30 e 31 de maio.

Chá de cerejas

Quando comer cerejas retire-lhes os pés e deixe secar em ambiente seco, à sombra, durante uma semana. Deve utilizar 50 g de pedúnculos por cada litro de água. Ferva 10 minutos e coe.

Aproveitamento dos caroços

Em Portugal muita gente junta os caroços das cerejas para fazer almofadas que se podem rapidamente aquecer no micro-ondas e aplicar em zonas doridas que agravam com o frio, como meio de aquecimento ou como uma ajuda para o alívio de dores musculares, de costas, pescoço, etc.

Para as fazer junte uma boa quantidade de caroços, lave-os e deixe-os secar. Use-os para enchimento de uma pequena almofada ou saco de pano que pode ser aquecida no microondas ou arrefecida no congelador consoante a utilização que se pretende dar.

Devido ao seu isolamento os caroços conseguem reter a temperatura durante bastante tempo e vão libertando o calor ou o frio muito lentamente.

Cereja no topo do bolo

É uma expressão que geralmente usamos para adjetivar tudo aquilo que vem como complemento, aquelas coisas que vem para deixar certas situações ainda melhores, o toque final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *