//Carmim ‘Primitivo’ Tinto 2017

Carmim ‘Primitivo’ Tinto 2017

É um Regional Alentejano, de vinhas velhas, das castas Alicante Bouschet, Trincadeira, Aragonez, Castelão

A relação mais íntima entre o solo e o micro-clima particular da região dá origem ao nascimento de variedades de uva, que expressam livremente a qualidade, tipicidade e identidade de um grande vinho. Os viticultores são os artesãos que namoram a natureza, que acarinham e protegem as videiras. Na adega disciplina-se o temperamento selvagem da fermentação para no final podermos contactar com um líquido civilizado e apaixonante. Apenas um ser vivo é capaz de nos transmitir uma história, de nos falar de um local com orgulho. Os vinhos dão-nos o verdadeiro Terroir como é o caso deste Primitivo vinificado em lagares de pedra com pisa a pé a partir de uma seleção criteriosa das melhores uvas das nossas vinhas velhas.

Após a seleção das melhores uvas das vinhas velhas dos nossos associados, procede-se à vindima manual daquela que será a matéria-prima deste vinho.

Chegadas à adega são descarregadas e imediatamente parcialmente desengaçadas e esmagadas, seguidas de fermentação alcoólica com leveduras indígenas em lagares de pedra com pisa a pé.

Para preservar todo o Terroir e características deste vinho, não foi feito qualquer estágio em barricas de carvalho.

Acompanha com pratos de carne vermelha, caça, patês, enchidos e queijos de cura.

 

Nota dos enólogos Rui Veladas e Tiago Garcia

Vinho de aspeto cristalino, cor granada profunda, aroma de frutos pretos maduros, compota, geleia integradas com notas de especiarias. Concentrado, estruturado, complexo e intenso, num conjunto exuberante com excelente persistência.