Caminha lançou a «Rota da Rabanada»

A iniciativa da Câmara Municipal de Caminha promete mais de três dezenas de ‘propostas’ deste doce de Natal, com forte tradição neste concelho minhoto, a preços que variam entre os 0,50€ e os 5€.

Rabanadas de mel, leite, nozes, vinho do Porto ou com recheio de chila (ou gila), são algumas das propostas de 36 cafés, pastelarias e restaurantes aderentes a esta iniciativa a decorrer durante o mês de dezembro, constituindo a principal novidade da programação de Natal no Município de Caminha.

A Rota da Rabanada que vai decorrer entre 1 a 31 de dezembro proporciona ainda a entrega do «Passaporte Rota da Rabanada» que, a cada 10 carimbos, dará direito a uma oferta do Município de Caminha, a levantar nos Postos de Turismo do concelho. O objetivo é promover a gastronomia do concelho e dinamizar a economia local.

A rabanada, doce com tradição secular que faz parte de muitas mesas da consoada em Portugal é um doce de pão de trigo em fatias que, depois de molhadas em leite, vinho (no Minho usa-se vinho verde tinto ou branco) ou calda de açúcar, são passadas por ovos e fritas. Servem-se polvilhadas com açúcar e canela ou regadas com calda de açúcar, xarope de bordo ou mel.

É sobretudo no Minho que, tradicionalmente, estas «fatias fritas» ganhavam esta designação pois por pelo restante territótio nacional dava-se o nome de ‘fatia dourada’ ou ‘fatia de parida’ por ser normalmente alimento reconstituinte para quem acabava de dar à luz.

A novidade do programa de animação de Natal organizado por aquela autarquia do Alto Minho e hoje anunciada vai estar disponível, em igual número de cafés, pastelarias e restaurantes do concelho, desde Vila Praia de Âncora a Seixas, passando por Âncora, Vile, Caminha, Gondar e Vilarelho.

Segundo a Câmara de Caminha o objetivo da Rota da Rabanada “é promover a gastronomia do concelho e dinamizar a economia local, dando a conhecer mais uma das iguarias gastronómicas do concelho”. Os preços variam entre os 0,50 euros e os 5 euros.

Os 36 estabelecimentos comerciais que aderiram á iniciativa vão confecionar e servir, durante todo o mês de dezembro, “aquele doce com tradição secular e faz parte de muitas mesas da consoada em Portugal”.

A quem se degustar as rabanadas disponíveis, será entregue um “Passaporte Rota da Rabanada” que, a cada dez carimbos, dará direito a uma lembrança do município de Caminha, a levantar nos postos de turismo do concelho”, especificou a autarquia.

A rabanada “é um doce de pão de trigo em fatias que, depois de molhadas em leite, vinho (no Minho usa-se vinho verde tinto ou branco) ou calda de açúcar, são passadas por ovos e fritas. Servem-se polvilhadas com açúcar de canela ou regadas com calda de açúcar, xarope de bordo ou mel”.

A Rota da Rabanada é um dos quarenta eventos que a Câmara de Caminha vai promover durante a época natalícia e a até ao início de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *