Brasil proíbe «vinho azul»

Ministério da Agricultura do Brasil suspendeu a comercialização do «vinho azul». Portugal também tem um ‘vinho’ azul.

“Mal chegou ao Brasil para ser comercializado e o vinho azul, em alta na Europa, já teve sua comercialização suspensa. A decisão partiu do MAPA – Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento – que considerou que tanto o vinho como o espumante azul não podem ser importados para o Brasil por conterem corantes artificiais denominados Azul Indigotina E-132, conhecido por Indigo Blue e Azul Brilhante E133”, escreve a jornalista brasileira Etiene Carvalho no seu ‘Blog vinho tinto’.

De acordo com as leis brasileiras os vinhos ou bebidas à base de vinhos não podem conter corantes artificiais que não estejam previstos na legislação sobre aditivos da Agência Sanitária de Vigilância Sanitária (ANVISA) daquele país, como é o caso dos já referidos.

O professor da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS), Sérgio Pires, comentou o assunto lembrando que “as bebidas podem ser consideradas vinhos por serem produzidos com mosto de uva fermentado, como diz a definição legal de ‘vinho’ no Brasil, da Lei 7.678”.

Neste caso, sublinha Sérgio Pires, “trata-se, realmente, de uma composição «proibida», já que os corantes são componentes não regulamentados pela Anvisa”.

Recorde-se que o «vinho azul», o Gïk foi criado em 2014, em Espanha, com 11,5% de álcool e sabor adocicado, com o objetivo de alcançar o público mais jovem. Num ano vendeu mais de 70 mil garrafas e em julho de 2016 começou a ser distribuído em Portugal.

«Vinho azul» português

3.1Em agosto de 2016 a Revista de Vinhos informava: “Já está no mercado o primeiro ‘vinho’ azul nacional. Chama-se Casal Mendes Blue e foi certificado pelo Instituto do Vinho e da Vinha (IVV) como “bebida aromatizada à base de vinho”. Ou seja, não é considerado ‘vinho’ pelo IVV.

Polémicas à parte, o Casal Mendes Blue tem por base o Casal Mendes branco, produzido pela Bacalhôa Vinhos, a que foi adicionado um corante, que o produtor afirma ser de origens naturais.

Imagem Gïk: site vinhoazul.pt
Imagem Azul Casal Mendes: site alianca.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *