//Azambuja lança marca ‘Terra do Torricado’

Azambuja lança marca ‘Terra do Torricado’

Entre 4 de outubro e 4 de novembro o município ribatejano vai promover o ‘Torricado’ com um conjunto de iniciativas.

 

O lançamento terá lugar no dia 04 de outubro, pelas 18h00, em Vale do Paraíso, freguesia onde, entre os dias 04 e 07 de outubro, o convite é para passar pelo Festival do Torricado/Mostra Gastronómica ‘PARAISABOR’.

 

Durante todo o mês do evento, de 04 de outubro e 04 de novembro, decorrerá o programa gastronómico municipal ‘A GULA’, nos 17 restaurantes aderentes, de norte a sul do concelho, que apresentam nas suas ementas pratos de Torricado. Para dinamizar o programa, será introduzida animação musical aos fins de semana nos restaurantes aderentes.

 

Depois, no fim-de-semana 02 a 04 de novembro, será a vila de Azambuja a celebrar essa iguaria na “FESTA DO TORRICADO”.

 

O que é o Torricado?

O Torricado é uma refeição típica de algumas zonas Ribatejo, consumida até meados do século passado por gente de fracos recursos económicos que tinha que se alimentar com o pouco que tinha à mão.

Com o pão já duro, esfregavam-no com alho, torravam-no em cima das brasas, nuns espetos de pau, barravam-no com azeite, salpicavam-no com sal e comiam-no com uma lasca de bacalhau ou com azeitonas. É, pois, um prato que surgiu da necessidade de os trabalhadores rurais se alimentarem com produtos que não se deteriorassem durante o período de tempo em que estivessem afastados de casa.

 

Recorde-se que, no Concelho de Azambuja, no que à gastronomia diz respeito e, particularmente, ao nível do receituário local, o Torricado, a manja/marmanja e a lapardana assumem um papel de destaque. Este património tem vindo a ser explorado pelo município em ações como a candidatura às “7 maravilhas à mesa”, sessões de showcooking e degustações em diversos eventos; bem como por outras entidades locais em iniciativas que recuperam estes pratos tradicionais e suscitam a curiosidade de um público cada vez maior.

 

Já no que se refere ao vinho – indispensável a acompanhar um bom Torricado – o município desenvolveu, ao longo dos últimos anos, produtos que trabalham e valorizam a identidade vitivinícola local. Destaque, entre outros, para o crescimento da Ávinho-Festa do Vinho e das Adegas, para a consolidação do Concurso de Vinhos do Concelho de Azambuja, e para a implementação da Aveiras de Cima-Vila Museu do Vinho.