//‘Aprenda a fazer’ – Pudim de pão

‘Aprenda a fazer’ – Pudim de pão

Este pudim é mais um dos muitos exemplos da genialidade dos nossos avós para superarem as dificuldades económicas, confecionando um doce com aproveitamento de sobras de pão. Existem registos de receitas, noutras regiões, onde, para maior economia, se acrescentava mais pão, diminuindo-se os restantes ingredientes, nomeadamente o leite, a que se adicionava um pouco de água.

Atualmente, há quem triture o pão com a varinha mágica ou com outros equipamentos com o mesmo efeito, mas os apreciadores deste doce afirmam que nada se compara ao pão desfeito, grosseiramente, com as mãos.

Pelo sabor que reaviva memórias de quem já o provou ou de quem dele ouviu relatos familiares, pode afirmar-se que o Pudim de Pão é, de facto, um doce de tradição.

Ingredientes
150 g de açúcar (caramelo); 100 g de açúcar; 150 g de miolo de pão; 0,5 l de leite a ferver ; 1 casca de limão; 2 colheres de sopa de mel; 4 ovos.

Preparação
Com o açúcar indicado, prepare o caramelo e forre com ele o fundo e os lados de uma forma de pudim e deixe-o solidificar. Parta o pão em pedacinhos para dentro de uma tigela. Regue o pão com o leite a ferver com a casca de limão e mexa bem. Adicione depois o açúcar, o mel, os ovos e misture bem. Deite o preparado na forma e leve a cozer em banho-maria, cerca de uma hora, em forno médio (150º C).

Este pudim pode ser acompanhado por um dos vi¬nhos generosos da região Tejo. Os seus aromas ricos e complexos ligam na perfeição com a doçura desta sobremesa.

Texto e fotos: Livro ‘Os Sabores de nossa Terra’ – Associação para a Promoção Rural da Charneca Ribatejana.