Almoço Virtual

Projeto itinerante de educação para a saúde promove a informação e o espírito crítico das crianças e adolescentes portugueses, para escolhas alimentares saudáveis.

O Self-service é a principal atividade do projeto ‘Almoço Virtual’, através do qual se convida os participantes a compor uma refeição com alimentos simulados, fomentando-se o espírito crítico através da demonstração da composição nutricional da refeição escolhida.
A fatura nutricional é o documento resultante desta atividade, onde cada participante tomará consciência dos nutrientes que predominam na escolha efetuada, assim como um custo estimado.

5.1A iniciativa assenta num autocarro transformado que leva o self-service ‘Almoço Virtual’a várias escolas do território nacional. As turmas visitam a exposição e enquanto um grupo pode realizar duas atividades distintas: o «Self-service de almoço virtual» e um jogo de equivalências com o nome «Sabes o que comes?», o outro grupo fica na sala de aula, acompanhado pelo monitor, que realiza uma pequena palestra interativa sobre alimentação, chamada «Sabes como funciona?».

A ocasião é aproveitada para falar de vários perigos para a saúde que esconde a alimentação actual, das doenças que podem causar e como os evitar. Quando a atividade termina em ambos os locais, os alunos trocam, sendo que aqueles que estavam na sala vão para o autocarro e vice-versa. No final, todos realizam um pequeno inquérito de perceção acerca dos seus hábitos alimentares.

O projeto ‘Almoço Virtual’ surge de uma preocupação partilhada pela Janssen, empresa farmacêutica do grupo Johnson & Johnson, a KeyPoint – Consultoria Científica e a Direção-Geral da Saúde, preocupação esta que motivou um protocolo de colaboração para a sua implementação.

De acordo com o site do ‘Almoço Virtual’:

Menos de 50% dos adolescentes comem fruta uma vez por dia, embora as percentagens aumentem significativamente desde o 6º ano de escolaridade até ao 10º ano, revelando poder ser um grupo permeável a ações eficientes para a promoção de uma alimentação mais saudável;
Cerca de 12% dos adolescentes de todos os grupos etários afirmam que nunca comem vegetais e apenas dois terços comem uma peça de vegetal por dia, o que poderá traduzir uma fraca perceção acerca dos benefícios e propriedades deste tipo de alimentos, mas também refletir a desigualdade de acesso, uma vez que os vegetais são mais caros do que outros tipos de alimentos;
17% dos adolescentes portugueses consomem pelo menos um doce por dia;
23% dos adolescentes portugueses bebem uma ou mais bebidas açucaradas diariamente;

A Agenda das escolas a visitar por este projeto pode ser consultada em www.almocovirtual.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *